Fonte: OpenWeather

    Karaokê


    Artista amazonense Alessandra Vieira lança músicas em formato videokê

    A artista diz que durante a pandemia, e com o crescimento das festinhas em casa, as família e os amigos têm se divertido com as lives e os karaokês

     

    Um dos objetivos, segundo ela, é, além de fazer com que as pessoas procurem as músicas para cantar
    Um dos objetivos, segundo ela, é, além de fazer com que as pessoas procurem as músicas para cantar | Foto: Divulgação

    MANAUS - Em tempos de pandemia, os artistas têm se reinventado e criado formas de divulgar os trabalhos além dos palcos e a internet tem sido uma forte aliada nessa divulgação. A compositora e percussionista, Alessandra Vieira, que lançou várias músicas nas plataforma digitais, lançou no canal do YouTube as mesmas músicas, mas em formato videokê.

    A artista diz que durante a pandemia, e com o crescimento das festinhas em casa, as família e os amigos têm se divertido com as lives e os karaokês.

    “Não dá pra fazer festa sem música, ou a gente tá ouvindo ou a gente tá cantando, e senti isso na pele quando tive que viver esse confinamento. A música foi o meu consolo e o de muita gente. Com isso, senti muita falta de cantar músicas regionais de artistas locais que admiro como Armando de Paula, Torrinho, Cileno e tantos outros que eu não achava disponível na internet nesse formato. Foi quando me veio a ideia de lançar minhas próprias músicas em forma de videokê”.

    Um dos objetivos, segundo ela, é, além de fazer com que as pessoas procurem as músicas para cantar e aprender, também fazer com que elas façam parte das playlists de quem adora curtir um karaokê em casa, pois estão disponíveis na internet, e assim ela vai sendo divulgada.

    “Quero incentivar outros artistas locais a fazerem o mesmo. É uma forma fácil e barata de divulgar nosso trabalho, você só precisar de um computador e um programa simples de edição, não tem muito mistério”.

      Estão disponíveis nesse formato as músicas Madalena (Cambraia de Linho), Canto das Águas, Campador (música que concorreu ao Fecani em 2018) e só Vim Falar de Amor (um samba que faz parte do repertório da sua banda Samba Com as Moças).  

    Ainda de acordo com ela, outras de suas composições também estarão disponíveis no YouTube assim que forem produzidas e lançadas primeiro nas plataformas digitais para que o público primeiro tenha familiaridade com as músicas originais.

    “Não dá pra criar uma música em videokê sem que o público primeiro tenha conhecimento dessa música”, acrescenta.

    Com a sua banda há 1 ano longe dos palcos por conta do Covid, Alessandra diz que a forma de matar a saudade é tocando em casa acompanhando as lives de outros artistas e cantando suas próprias músicas. Ela, além de percussionista, é também a compositora das músicas do grupo Samba Com as Moças, uma banda formada somente por mulheres. “A gente tenta revisar e ensaiar  todo e repertório em casa, cada uma na sua, pra não perder o pique e voltar com todo o gás”, diz ela.

    Quem quiser acompanhar em músicas de Alessandra Vieira em formato videokê, é só acessar o canal no YouTube através do link.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Artistas levam 'Experiência Flutuante – MusiCircus' ao interior do AM

    'Frevando em Manaus’: artistas lançam registro inédito de música

    Festival de Parintins pode ser cancelado novamente em 2021