Fonte: OpenWeather

    Revelando a Fábrica de Sonhos


    Documentário mostra bastidores do Festival de Parintins

    Idealizado pelo artista parintinense Júnior de Souza, "O Considerado", que foi vítima da Covid-19,, o filme mostrará o processo de construção do espetáculo até a apresentação

     

    "Revelando a Fábrica de Sonhos", documentário idealizado por Junior de Souza é feito em sua homenagem
    "Revelando a Fábrica de Sonhos", documentário idealizado por Junior de Souza é feito em sua homenagem | Foto: Divulgação

    Manaus - Junior de Souza, conhecido em Parintins como "O Considerado" e um dos maiores artistas de alegoria e realizadores do espetáculo do Festival Folclórico de Parintins, idealizou um documentário que registrasse e enaltecesse o árduo trabalho de quem está nos bastidores: figurinistas, artistas de alegoria, pintores e outros profissionais. O projeto foi iniciado, mas infelizmente Junior morreu vítima da Covid-19 em março.

    Mas um esforço do filho, Pablo de Souza, e de Elenice Mourão e MBlack Marialva, os outros diretores do filme, permitiu que o projeto continuasse. O filme, que se chama "Revelando a Fábrica de Sonhos", ainda teve a pré-produção produzida por Junior, que escreveu o roteiro e escolheu entrevistados. O filme foi contemplado pela Lei Aldir Blanc do Governo do Estado. Pablo de Souza falou um pouco sobre o filme idealizado pelo pai. 

    "O documentário em si é técnico, mas também esclarecedor. As pessoas estão acostumadas com a beleza da festa, mas não entendem a complexidade de como é montar as três noites de espetáculo. Buscamos mostrar isso e dar cara e voz a essas pessoas que fazem essa festa e que transformaram ela numa das maiores manifestações culturais do Brasil e do mundo", afirmou o diretor.

     

    Documentário busca trazer os bastidores não vistos do Festival.
    Documentário busca trazer os bastidores não vistos do Festival. | Foto: Divulgação

      O filme mostrará o processo de construção do espetáculo desde a gênese. Etapas como concepção dos temas, escolhas de toada, trabalho de artistas de alegoria e figurinistas, planejamento, transporte das alegorias e processo de construção.  

    Segundo Pablo, o objetivo é "mostrar a capacidade artística e técnica desses  nossos trabalhadores caboclos, artistas da Amazônia".

    Um novo olhar sobre Parintins

     

    Junior de Souza, conhecido como "O Considerado", foi uma das vítimas da COVID-19 em março deste ano. Seu sonho era mostrar ao mundo o trabalho dos artistas do Festival
    Junior de Souza, conhecido como "O Considerado", foi uma das vítimas da COVID-19 em março deste ano. Seu sonho era mostrar ao mundo o trabalho dos artistas do Festival | Foto: Divulgação

    A ideia de Junior, e continuada pela direção do filme, busca trazer para o público um novo olhar que exponha a diversidade dos artistas que trabalham nas três noites do Festival. O filme chega numa época em que Parintins sofre tanto com as vítimas da Covid-19 quanto economicamente: muitos dos artistas da festa estão sem trabalhar, no segundo ano consecutivo sem a realização do Festival.

    No documentário, vários segredos da produção são revelados, além de ser incluída uma homenagem a Junior de Souza, contando sua história e incluindo suas contribuições ao boi-bumbá.

    "

    Tenho certeza que muita gente se identificará com essa história. Meu pai era um trabalhador brasileiro, um artista do Amazonas, que foi vítima da Covid-19, e também vamos contar essa história "

    Pablo, filho de Junior de Souza

     

    O lançamento será no dia 25 de junho, na véspera da live dos bumbás, para convidados e nas  plataformas digitais, e será feito em uma coletiva de imprensa com número reduzido de pessoas, devido ao risco de contágio da Covid. A divulgação será feita principalmente por meio das redes sociais. 

     

    | Foto: Divulgação/Garantido

    História 

    Júnior de Souza é artista de alegoria do Boi Garantido desde 1995, e se notabilizou por grandes rituais. É um dos criadores da Comissão de Arte do Boi do Povão em 1999 e um dos mais consagrados e bem-sucedidos artistas do Boi Bumbá. Em 2015, foi para o Boi Caprichoso onde ficou até 2018. Seu retorno Garantido, na gestão de Fábio Cardoso, foi marcado pelo tema "Nós O Povo", uma das vitórias mais comemoradas dos últimos anos. Júnior estava na coordenação artística da Comissão. 

    Sempre metódico e criativo, foi responsável por dezenas de rituais grandiosos na arena do Bumbódromo.

    Leia mais:

    ‘Boi-Bumbá de Parintins’ é tema da live do Sesc de Ribeirão Preto

    Festival de Parintins é cancelado pelo segundo ano devido à pandemia

    Toada: a identidade musical do Amazonas