Fonte: OpenWeather

    Projeto


    'Mãos que Matam' encerra gravação no Parque Nacional de Anavilhanas

    O projeto traz uma reflexão da ação do homem aos dejetos que são jogados nas águas nos rios e igarapé

     

    | Foto: Pedro Marinho

    A principal preocupação da videoinstalação do artista plástico Jandr Reis é a preservação dos nossos rios. Esta afirmação poderá ser vista através do lançamento do filme que chegará em breve nas redes sociais.

      A captação de imagem foi encerrada na cidade de Novo Airão. A segunda fase do projeto foi gravada no Parque Nacional de Anavilhanas, por seu uma unidade de conservação, o artista optou como cenário para as centenas de luvas descartáveis amarelas, preenchidas com isopor – um material muito comum em nossos rios.  

    “Um cenário singular que oferece inúmeras possibilidades de sensações, experiências e aprendizagem, em um labirinto de ilhas e águas negras espelhadas que se transforma com a variação do nível do rio. Precisamos mantê-lo longe da poluição, pois é a mão do homem que destrói a natureza”, diz Jandr Reis.

    Intitulada “Mãos que Matam”, traz uma reflexão da ação do homem aos dejetos que são jogados nas águas nos rios e igarapés, que trazem transtornos à comunidade e, principalmente, para a cidade. A videoinstalação ainda terá uma crônica do ambientalista Fernando Antônio de Carvalho Dantas que será declamado pela cantora Márcia Siqueira e com previsão de estreia para o segundo semestre deste ano.


    A primeira fase do projeto foi realizada no dia 23 de maio, na avenida Eduardo Ribeiro, próximo ao Relógio Municipal de Manaus. E todo o material utilizado na produção teve seu descarte correto. As luvas foram entregues para a associação do município que trabalha com reciclagem para serem utilizadas por ele no manuseio do lixo.  

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Trajetória do artista plástico Jandr Reis é tema de documentário

    'Alimente Nossa Arte' troca alimentos por obras do artista Jandr Reis

    Artista plástico Jandr Reis cria obras para trocar por doações no AM