Fonte: OpenWeather

    Teatro Virtual


    Festival de Teatro Virtual apresenta espetáculos do Nordeste e Norte

    Na semana que vem, o festival continua com a agenda da região Nordeste, seguida por grupos do Norte, Sul e Centro-Oeste do país

     

    A programação é resultado do edital Prêmio Funarte Festival de Teatro Virtual 2020, lançado em agosto daquele ano
    A programação é resultado do edital Prêmio Funarte Festival de Teatro Virtual 2020, lançado em agosto daquele ano | Foto: Divulgação

    A Fundação Nacional de Artes - Funarte dá prosseguimento à agenda do Festival de Teatro Virtual, com mais dois projetos da região Nordeste. 

    O grupo Bote de Teatro, com produção executiva da Janela Gestão de Projetos, de Recife (PE), apresenta na quinta-feira (26), a montagem Salto. 

      Livremente inspirada na peça Os Saltimbancos, de Chico Buarque, ela aborda o processo de agrupamento de quatro “sujeito-usuários” em busca de uma utopia coletiva.  

    Já o Grupo Pavilhão da Magnólia, de Fortaleza (CE), exibe Suelen, Nara, Ian, na sexta-feira (27). A peça conta a saga de três crianças que, convivendo na mesma casa, vão precisar reconsiderar posições.

    A agenda do festival tem 25 apresentações teatrais, de grupos e companhias das cinco regiões do País, voltadas ao público adulto e infantil. Um novo projeto será divulgado on-line todas as quintas e sextas, até o final de outubro, sempre a partir das 18h30, no canal da Funarte no YouTube. 

    Os vídeos ficam disponíveis para acesso posterior em: bit.ly/FestivaldeTeatroVirtual

    Salto

    Na quinta, o festival disponibiliza o filme-espetáculo Salto, do agrupamento Bote de Teatro com a Janela Gestão de Projetos. Indicada a maiores de 16 anos, com legenda e Libras, a obra é livremente inspirada em Os Saltimbancos, tradução de Chico Buarque do musical italiano I Musicanti, baseado, por sua vez, no conto Os Músicos de Bremen, dos Irmãos Grimm.

      Na adaptação “cyberfuturista", os atores recifenses Pedro Toscano, Inês Maia, Daniel Barros e Cardo Ferraz, com a atriz convidada Una Martins, procuram abordar questões atuais como a "constante necessidade de descolar-se da realidade" e "os ciclos capitalistas de esgotamento".  

    O trabalho mistura cinema, música, dança e teatro para mostrar o processo de agrupamento de quatro “sujeito-usuários” que buscam, “inconscientes e inconsequentes”, uma nova forma, mais justa, de viver em sociedade. “A gente queria incrementar todas as linguagens e todas as estruturas cinematográficas dentro da peça. Além do teatro gravado, a gente pensou realmente sobre o que seria um teatro audiovisual”, aponta a atriz e cineasta Inês Maia.

    Criado em março de 2019, o Bote de Teatro já teve projetos aprovados em diferentes editais, como o Prêmio Funarte Festival de Teatro Virtual 2020. 

    Desde então, o grupo tem pesquisado sobre criação em coletivo, teatro, hibridação das artes e relação entre artista e público. 

    Suelen, Nara, Ian

    Na sexta será exibido Suelen, Nara, Ian, do Grupo Pavilhão da Magnólia, com direção de Miguel Vellinho e produção de Silvianne Lima. Na montagem, com interpretação em Libras, duas crianças irmãs, Suelen e Nara, vão morar na casa da mãe do menino Ian, pois os pais deles agora são namorados. Ian tem seu “reino” de filho único invadido pelas duas meninas e os três precisam reconsiderar o espaço, rever posições e conhecer outras perspectivas.

    Sobre o Festival 

    A programação é resultado do edital Prêmio Funarte Festival de Teatro Virtual 2020, lançado em agosto daquele ano. O objetivo era incentivar montagens para apresentação virtual e contribuir para a manutenção de coletivos, grupos e companhias. Com o festival, a Fundação busca ainda estimular a democratização e acessibilidade à linguagem artística.

    O Teatro Virtual faz referência e homenagem a outro projeto da Funarte, a Série Seis e Meia, que promovia shows de música sempre às 18h30. A ideia é manter o compromisso de levar arte ao público com assiduidade, em um horário acessível, mesmo que à distância. Os vídeos, previamente gravados, ficam disponíveis gratuitamente para o público após a exibição.

    Renata Januzzi ressalta a força histórica do teatro, que hoje enfrenta mais um desafio para se manter presente. “O teatro é uma arte milenar e vem sobrevivendo a diversas ameaças de extinção. Dentre elas, a tecnologia, que já foi uma dessas ameaças, surge agora como uma solução de fomento a uma linguagem tão artesanal.”

    Os vídeos ficam disponíveis em: bit.ly/FestivaldeTeatroVirtual. Na semana que vem, o festival continua com a agenda da região Nordeste, seguida por grupos do Norte, Sul e Centro-Oeste do País.

    Espetáculos já disponíveis:

    Monólogo O Homem e a Mancha: 24 anos-luz | SP

    Com o ator Marcos Breda e texto de Caio Fernando Abreu- Classificação: 12 anos

    Zapato busca Sapato | MG

    Com a Trupe dos Truões- Classificação Livre

    A Casa de Farinha do Gonzagão | SP

    Teatro-Baile Produções- Classificação: 10 anos

    A Cripta de Poe | SP

    Companhia Nova de Teatro

    Museu dos Meninos – Arqueologias do Futuro | RJ

    Espetáculo-performance de Mauricio Lima

    Ombela | PE

    O Poste Soluções Luminosas- Classificação: 18 anos

    Próximos lançamentos:

    Nordeste

    Dia 2 de setembro | Maria Firmina dos Reis, uma voz além do tempo | MA

    Núcleo Atmosfera de Dança-Teatro

    Dia 3 de setembro | Épico – Casa Tomada | BA

    Território Sirius Produções

    Norte

    Dia 9 de setembro | Mar Acá | RR

    Ass. Cult. Art. Locômbia Teatro de Andanças

    Dia 10 de setembro | A Borracheira | RO

    Associação Cultural O Imaginário

    Dia 16 de setembro | Marília Gabriela não vai mais morrer sozinha | AM

    H Produções e Artes Cênicas Ltda

    Dia 17 de setembro | Gibi | TO

    Lamira Artes Cênicas

    Dia 23 de setembro | Vestido Queimado | AM

    Soufflé De Bodó Company

    Sul

    Dia 24 de setembro | 2068 | RS

    Máscara Encena

    Dia 30 de setembro | Manual para náufragos | RS

    Tainah Dadda

    Dia 1º de outubro | Pa Pe Lê – uma aventura de papel | SC

    Téspis Cia. de Teatro, Música e Artes

    Dia 7 de outubro | Habite-me teatro de máscaras, bonecos e dança | RS

    CIA 4

    Dia 8 de outubro | Limita-ações: as coisas que guardamos | SC

    Dionísos Teatro

    Centro-Oeste

    Dia 14 de outubro | Bodas de Sangue | DF

    Merun Filmes/Estupenda Trupe

    Dia 15 de outubro | À Espera de Godot | DF

    Diego Pereira Borges

    Dia 21 de outubro | Estranhas | DF

    Dephot Fotografia e Projetos Culturais

    Dia 22 de outubro | A Moscou! Um Palimpsesto | DF

    Roberto Felipe de Oliveira

    Dia 28 de outubro | As 12 caixas de Hércules | DF

    Voar Arte para Infância e Juventude

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Itacoatiara sediará primeiro festival de Teatro de Rua 

    Exposição "Aquarelando Manaus" abre temporada