Fonte: OpenWeather

    Indicação a prêmio


    CD com obras de Claudio Santoro é indicado ao Grammy Latino

    Gravado entre outubro de 2019 e fevereiro de 2020, o CD seria lançado durante uma turnê, que foi cancelada com o agravamento da pandemia da Covid-19

     

    A indicação para um dos maiores prêmios da música latina foi uma surpresa
    A indicação para um dos maiores prêmios da música latina foi uma surpresa | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM)- Há um amazonense entre os indicados ao Grammy Latino 2021, mas em formato de obra.

    O CD “Claudio Santoro: a obra integral para violoncelo e piano” está entre os indicados a “Melhor Álbum de Música Clássica”, o único brasileiro a competir pelo prêmio na categoria.

    Lançado em 2020, o álbum contém obras inéditas do compositor erudito amazonense. Protagonizado pelo violoncelista Hugo Pilger e o pianista Ney Fialkow, o álbum tem duração de 77 minutos, com músicas que datam de 1943 até 1982.

    Gravado entre outubro de 2019 e fevereiro de 2020, o CD seria lançado durante uma turnê, que foi cancelada com o agravamento da pandemia da Covid-19. O lançamento ocorreu em junho de 2020, junto de um documentário sobre os bastidores da gravação. 

    Ney Fialkow comenta que a indicação para um dos maiores prêmios da música latina foi uma surpresa, e que a dupla já se sente premiada. 

    "

    Montamos um CD completamente independente, num momento de pouco auxílio para a música erudita no país, então fizemos com os recursos próprios e nos atiramos com muita dedicação a esse repertório fantástico do Santoro. O objetivo básico desta obra era divulgar a música dele e, com essa indicação, a sensação é de missão cumprida. Chegar entre estes cinco álbuns já foi muito difícil, ficaríamos em um lucro ainda maior se fôssemos premiados "

    Ney Fialkow, pianista

     

    Além da obra já conhecida de Santoro, para violoncelo e piano, foram adicionadas mais quatro músicas, oriundas de manuscritos inéditos entregues por Alessandro Santoro, filho do compositor. Com a obra integral, o ouvinte pode ter noção das fases do maestro amazonense, suas escolhas estéticas e processos evolucionais. O CD pode ser comprado em formato físico na Loja Clássicos, da Revista Concerto (https://bit.ly/CDclaudiosantoro), e também está nas plataformas de streaming.  

    A premiação do 22º Grammy Latino será no dia 18 de novembro. Entre os indicados estão nomes como Caetano Veloso, Nana Caymmi, Duda Beat, Anavitoria, entre outros. 

    Sobre Claudio Santoro

    Claudio Franco de Sá Santoro nasceu em Manaus, no dia 23 de novembro de 1919. Na adolescência destacou-se na cidade participando de recitais, o que lhe rendeu uma bolsa de estudos, concedida pelo Governo do Estado, para estudar música no Rio de Janeiro, de onde, anos depois, seguiu para o mundo com sua música.

    Foi maestro, compositor, professor. Recebeu diversos prêmios e condecorações no Brasil e no mundo; foi fundador e Maestro Titular das Orquestras de Câmara da Rádio MEC e da Universidade de Brasília; das Orquestras Sinfônicas da Rádio Club do Brasil e do Teatro Nacional de Brasília; membro da Academia Brasileira de Música, da Academia Brasileira de Artes e da Academia de Música e Letras do Brasil, da qual foi Presidente.

    Também regeu, como convidado, as mais importantes orquestras do mundo, entre elas, a Filarmônica de Leningrado, Estatal de Moscou, RIAS Berlin, ORTF Paris, Beethovenhalle Bonn, Sinfônica da Rádio de Praga, Filarmônica de Bucarest, Filarmônica de Sofia, PRO ART (Londres), Île de France (Paris) e Filarmônica de Varsóvia. Santoro faleceu no dia 27 de março de 1989, em Brasília, regendo, durante o ensaio geral do 1º concerto da temporada.

    Em 2019, ano do centenário do seu nascimento, Claudio Santoro foi o grande homenageado do Festival Amazonas de Ópera (FAO), com a apresentação da ópera “Alma”, além de um recital com canções compostas pelo maestro amazonense.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Liceu Claudio Santoro abre inscrições para Carametas de Violões 

    Liceu Claudio Santoro comemora 8 anos em Parintins, no AM