Fonte: OpenWeather

    Quadrinhos


    HQ “Fronteira” é indicada ao Oscar nacional dos quadrinhos

    A obra foi produzida entre 2020 e 2021, e lançada virtualmente em setembro deste ano

     

    “Fronteira” é a história do casal contada de forma fictícia, por meio do encontro de Kika e Caboquinho
    “Fronteira” é a história do casal contada de forma fictícia, por meio do encontro de Kika e Caboquinho | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM)- Um portal entre Marrocos e a Amazônia é o pano de fundo do roteiro de “Fronteira”, história em quadrinhos contempladapelo Prêmio Feliciano Lana que foi indicada a três prêmios ao Troféu HQMIX, considerado o Oscar nacional dos quadrinhos.

    A obra foi produzida pelo artista maranhense radicado em Manaus, Eunuquis, e sua esposa, a artista marroquina Malika. 

    O Prêmio Feliciano Lana, publicado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, fez parte das ações da Lei Aldir Blanc no Amazonas. A obra foi produzida entre 2020 e 2021, e lançada virtualmente em setembro deste ano.

     

    Além da história de amor do casal, Eunuquis destaca que “Fronteira” é sobre encontros de culturas, povos e continentes diferentes, sem barreiras
    Além da história de amor do casal, Eunuquis destaca que “Fronteira” é sobre encontros de culturas, povos e continentes diferentes, sem barreiras | Foto: Divulgação

      Eunuquis e Malika se basearam em sua própria história para criar o universo da obra. Os dois se conheceram por meio de um projeto de quadrinhos. À época, Malika estava expondo um trabalho na França. O casal começou a se conhecer pela internet e hoje tem um estúdio, “Dois Traços”, onde produzem juntos.  

    “Fronteira” é a história do casal contada de forma fictícia, por meio do encontro de Kika e Caboquinho.

    “À procura de sua ovelha que caiu em um poço, Kika tem uma visão do mito marroquino Aisha Kandisha. Após salvar o animal da água, a menina é puxada para um portal que a leva para a Amazônia, onde encontra Caboquinho. Os dois entram em um aventura onde encontram até o Curupira”, revela Eunuquis. 

    Além da história de amor do casal, Eunuquis destaca que “Fronteira” é sobre encontros de culturas, povos e continentes diferentes, sem barreiras. 

    Para ter acesso a obra, o público pode entrar em contato com Eunuquis pelo Instagram (@eunuquis). 

     

    A obra foi produzida pelo artista maranhense radicado em Manaus, Eunuquis, e sua esposa, a artista marroquina Malika
    A obra foi produzida pelo artista maranhense radicado em Manaus, Eunuquis, e sua esposa, a artista marroquina Malika | Foto: Reprodução
    "

    A nossa alegria é grande, ser indicado ao HQMIX foi um sonho imaginário, a palavra certa para esse momento é dedicação ao trabalho que desempenhando nessa obra! "

    Eunuquis e Malika, artistas

     

    HQMIX

    "Fronteira" foi indicada nas categorias de “Novo Talento Desenhista” (Eunuquis e Malika), “Colorista Nacional” (Malika) e “Publicação Infantil”. A divulgação dos vencedores será no mês de novembro.

    Criado em 1989 por José Alberto Lovetro, o Jal, e João Gualberto Costa, o Gual, o Troféu HQMIX é uma das mais tradicionais premiações dos quadrinhos brasileiros, considerado o Oscar da categoria. O objetivo do troféu é divulgar, valorizar e premiar a produção de artes gráficas no Brasil.

    O design do troféu muda a cada ano, sempre homenageando algum personagem dos quadrinhos brasileiros. As votações são realizadas por artistas e profissionais da área, editores, pesquisadores e jornalistas brasileiros.

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Quadrinhos amazonenses são lançados em feira em BH

    Cartunista do EM TEMPO participa da Bienal do Livro em SP

    É fã de quadrinhos? Conheça amazonenses que respiram essa arte