Fonte: OpenWeather

    Lançamento de livro


    Doutora Vilma Mourão lança livro neste sábado (30) em Manaus

    Em suas 384 páginas, Vilma realça o contexto histórico, cultural e social face às adversidades que envolvem o feminino e a adolescência em muitas comunidades periféricas do Brasil

     

    Dividido em 5 capítulos, a autora traz à tona todo o contexto da vida dessas mulheres jovens manauaras
    Dividido em 5 capítulos, a autora traz à tona todo o contexto da vida dessas mulheres jovens manauaras | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM)- A professora e doutora em psicologia Vilma Peixoto Mourão lança, neste sábado (30), o livro “O adolescer e o amor nos discursos de mulheres manauaras”, na Galeria do ICBEU, avenida Joaquim Nabuco, 1286, Centro, a partir das 18h.

    O evento, da editora Valer, será também, um momento de solidariedade, pois a autora pede, aos participantes, que levem produtos não perecíveis para serem distribuídos nas instituições, localizadas na área onde realizou a pesquisa, que resultou no livro.

    De acordo com a coordenadora editorial da Valer, Neiza Teixeira, a obra não é apenas para os estudiosos da Educação, Psicologia, Antropologia e áreas afins, mas também para os amantes de uma boa leitura sobre as especificidades do adolescer e do amor na ótica das adolescentes manauaras e de seus cotidianos. Considerando, ainda, que a autora apresenta concepções sobre o amor, que sustentam o mundo ocidental, por exemplo, Freud.

     

    | Foto: Reprodução

    Segundo a autora, a pesquisa que resultou no livro é de cunho qualitativo e foi desenvolvida em um bairro periférico da cidade de Manaus.

    "Utilizei como recurso de aproximação das adolescentes entrevistas e grupo focal. Os dados foram analisados, por meio da análise de discurso, na vertente francesa Michel Pêcheux e Jaqueline Authier-Revuz, buscando compreender as formações discursivas e formações ideológicas desses discursos".

    Nesse sentido, para a psicóloga, o texto destaca a complexidade que envolve o adolescer e as descobertas que circundam essa fase da vida e, pode ajudar, também, a compreender a formação discursiva e ideológica dos discursos teóricos e das adolescentes de uma comunidade periférica de nossa cidade como representativo da complexidade presente, no que tange ao feminino e suas formas de se relacionar amorosamente.

    "

    Não falo da sexualidade adolescente, mas de mulheres adolescentes manauaras e sua sexualidade, o que requereu um olhar atento a minúcias, porque não há homogeneidade nos modos de viver a adolescência e a juventude, assim como não há uma sexualidade posta como única ou como parâmetro normativo, mas diferentes desempenhos que variam conforme as situações culturais e sociais "

    Vilma Peixoto Mourão, autora

     

     

    | Foto: Divulgação

    No livro, encontra-se a análise de discursos de seis adolescentes entrevistadas, sob a perspectiva desenvolvida por Michel Pêcheux e também por Authier-Revuz que ressaltam, respectivamente, as formações discursivas e a heterogeneidade dos discursos.

    O texto tenta dar visibilidade aos aspectos que denunciam as origens ideológicas, culturais e sociais desses discursos, mostrando suas contradições, ou seja, as repetições aí existentes e as formas como eles tangenciam o novo.

    Durante toda a pesquisa, a autora buscou fazer prevalecer um olhar que valorizasse cada vivência, cada forma de se reconhecer como mulher adolescente, fugindo de perspectivas guiadas pelos “problemas da adolescência” ou que remetem toda a problemática que envolve o processo de adolescer aos adolescentes, desconsiderando a complexidade dessa fase da vida

    Para a autora, a adolescência comporta uma dupla convocação - um reconhecimento da própria pessoa e o olhar do outro que aponta as mudanças corporais e atitudinais mais perceptíveis. Isso, por si só, aponta o tanto de nuances que cercam o reconhecimento da própria adolescência e, é em meio a isso tudo, que essas jovens descobrem o amor.

    Em suas 384 páginas, Vilma realça o contexto histórico, cultural e social face às adversidades que envolvem o feminino e a adolescência em muitas comunidades periféricas do Brasil, e que marcam estruturalmente cada mulher e suas formas de se relacionar amorosamente.

    Dividido em 5 capítulos, a autora traz à tona todo o contexto da vida dessas mulheres jovens manauaras. No primeiro, Vilma aborda o sujeito adolescente, seu lugar na história e na vida. 

    Sobre a escritora

    Vilma Peixoto Mourão é socióloga, psicóloga clínica com formação em Psicanálise. Professora da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), lotada no curso de Dança, onde leciona disciplinas vinculadas à Sociologia da Educação e Psicologia da Educação. Ela é mestre em Educação e doutora em Psicologia do Desenvolvimento e Educação.

    Nascida em Recife, cursou sociologia, e veio para Manaus com 22 anos, para realizar a sua pesquisa de mestrado e acabou ficando por aqui. Centrou as atividades na prática clínica e de ensino. Trabalhou em algumas faculdades (Uninorte e Unip) e em algumas pós-graduações (Ulbra e Dom Bosco).

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Compilação cênica "O outro entre nós" é lançado nesta quarta (27) 

    Livreto que reúne histórias do imaginário amazônico é lançado 

    João Cabral de Melo Neto, o poeta engenheiro