Fonte: OpenWeather

    Artigo


    História do guaraná é contada pelos Sateré-Mawé em audiodocumentário

    A narrativa geral do áudio documentário passará por uma contextualização inicial a respeito da etnia Sateré-Mawé, da cultura do e do guaraná

     

    Os registros serão realizados no município de Maués
    Os registros serão realizados no município de Maués | Foto: Divulgação

    “Em algum momento da história, ficaram famosas algumas versões do surgimento do guaraná, mas nenhuma contada pelos Sateré-Mawé. A história do guaraná é também a história da origem desse povo, portanto, precisamos conhecer de fato nossas raízes, ensinar as novas gerações e contar para o mundo a história original”, comenta Amino Vasconcelos.

    Para enriquecer e propiciar a valorização da cultura indígena do Amazonas, o áudiodocumentário será produzido com nativos Sateré-Mawé, que contarão a história na língua materna, com tradução para o português em simultâneo.

    A narrativa geral do audiodocumentário passará por uma contextualização inicial a respeito da etnia Sateré-Mawé, da cultura do guaraná, curiosidades, bem como uma abordagem sobre as versões da história do guaraná que circulam pelo Brasil afora, até chegar na verdadeira história do guaraná, isto é, a história na versão dos próprios Sateré-Mawé.

    Os registros serão realizados no município de Maués, cidade habitada e bastante frequentada por indígenas da etnia Sateré-Mawé que vivem na reserva indígena conhecida por TI Andirá-Marau, território original e principal polo indígena da etnia.

    A produção fonográfica terá nos bastidores, além de Amino Vasconcelos na direção geral, a colaboração de João Enan, Rô Macambira,  Duan Raiad e Tércio Macambira, entre trabalho técnico e produção.

    O projeto “A história do Guaraná na versão do Povo Sateré-Mawé”, do proponente Amino Vasconcelos, foi contemplado pelo 1º Edital “Fundo AGM”, uma ação da Aliança Guaraná de Maués (AGM).

    Leia mais 

    Pesquisa aponta guaraná e açaí como produtos antienvelhecimento

    “Murais de Mawe” ressalta a vivência do homem da floresta em Maués

    Estudos mostram potencial em plantas conhecidas apenas regionalmente