Fonte: OpenWeather

    Representatividade


    Miss Amazonas Juh Campos é exemplo de luta contra preconceito na moda

    A amazonense de Presidente de Figueiredo promete orgulhar o estado com talento e beleza

     

    Juh Campos é uma mulher negra que promete inspirar muitas mulheres
    Juh Campos é uma mulher negra que promete inspirar muitas mulheres | Foto: Divulgação

    MANAUS (AM) - Representatividade é uma das coisas mais importantes para uma criança. Ter alguém em quem possa se inspirar, é essencial para transmitir a sensação de pertencimento do mundo. Por isso, que ter uma miss negra representando o Amazonas é um importante momento para o estado.

    Com beleza, força e representatividade, Juh Campos irá representar o Amazonas no maior concurso de beleza do país, o Miss Brasil 2021. Com uma trajetória impressionante, a jovem de 29 anos é um talento conhecido no carnaval amazonense e compartilha a sua beleza no concurso de beleza. 

    Em entrevista exclusiva ao Em Tempo, a jovem conta sobre a carreira, sonhos e responsabilidade de representar o estado em uma das competições que exaltam a beleza feminina. 

     

    A nova Miss Amazonas Juh Campos ainda convida a todos para torcer pelo título de Miss Brasil
    A nova Miss Amazonas Juh Campos ainda convida a todos para torcer pelo título de Miss Brasil | Foto: Divulgação

    Natural de Presidente Figueiredo, Juh Campos veio para Manaus em 2011, quando tinha 19 anos e lutou desde muito nova para conseguir seu espaço. Na época, ela começou ajudava a mãe em uma banca de café regional no Mercado Municipal Adolpho Lisboa. 

    Em 2019, começou uma trajetória no carnaval amazonense e atualmente se prepara para o Carnaval 2022, com o cargo de Rainha de Bateria da Agremiação Mocidade Independente de Aparecida. 

    Com talento e beleza, ainda conquistou o cargo de Rainha do Carnaval De Manaus e Musa da Estação Primeira de Mangueira, do Rio de Janeiro.

     
    O coordenador do concurso viu talento em Juh e incentivou ela a participar
    O coordenador do concurso viu talento em Juh e incentivou ela a participar | Foto: Reprodução
     

    Juh revela que nunca teve o sonho de ser Miss Amazonas. O desejo da sua vida era se tornar atriz e teve a chance de cursar teatro em Minas Gerais, logo em seguida, ela foi se aperfeiçoar no Rio de Janeiro. 

    No entanto, sua beleza chamou a atenção logo do coordenador do Miss e Mister Amazonas, Panda Verdelli, que chamou a atenção de Juh para que ela possa participar do concurso 

    "

    O coordenador Panda Verdelli viu em mim uma forma de representar a mulher Amazonense, a mulher brasileira. Estou muito feliz e irei representar meu estado com muito amor "

    Juh Campos, Miss Amazonas

     

    Representando Presidente Figueiredo, os familiares apoiaram a ideia e acreditaram na capacidade de Juh, que tem a família, amigos e a equipe, como os maiores incentivadores para buscar seus objetivos. 

    Além do Miss Brasil, a miss ainda se candidatou a vereadora pelo município, mas não foi eleita. Desde criança ela entende que precisava estudar e trabalhar para conseguir uma vida melhor.

    Símbolo de representatividade

     

    Juh pretende dar voz a diversas causas e se considera uma mulher negra empoderada
    Juh pretende dar voz a diversas causas e se considera uma mulher negra empoderada | Foto: Reprodução

    Juh Campos já luta por diversas bandeiras desde antes se tornar Miss. Agora com o título, ela pretende dar ainda mais voz para causas como o racismo, o empoderamento de mulheres negras, a classe LGBTQIA+ e entre tantas outras que merecem atenção.

    Ela entende que desempenha um importante papel de representatividade como mulher negra, para inspirar outras meninas a também se tornarem candidatas do concurso um dia. 

    Ela declara que se sente como uma mulher que luta, que é guerreira e que está sempre em busca dos seus objetivos e sonhos, apesar de todas as adversidades que enfrenta por conta do preconceito. Juh ainda promete representar com maestria todas as mulheres amazonenses.

    "

    É muito bom ser essa representatividade de mulher negra, que luta, guerreira e sempre vai em busca de seus objetivos e sonhos. Independentemente de ser negra, acredito que todas as mulheres precisam ser representadas com maestria "

    Juh Campos, Miss Amazonas

     

    Incentivando outras mulheres

     

    Juh e Estevan Donizete ganharam o título de Miss e Mister Amazonas 2021
    Juh e Estevan Donizete ganharam o título de Miss e Mister Amazonas 2021 | Foto: Divulgação

    Juh quer ser como um exemplo de realização de sonho e incentiva pessoas a lutarem pelos seus objetivos. No entanto, ela faz um destaque: manter o pé no chão e ter humildade. 

    "

    Quando se tem um sonho a gente nunca deve desistir dele, porque um dia ele se realizará, o principal é ter pé no chão e humildade. Daí, Deus sempre irá abrir as portas para você "

    Juh Campos, Miss Amazonas

     

    Por fim, a miss ainda incentiva o povo amazonense a torcer por ela e agradece o carinho que recebe por onde passa em Manaus. 

    "Darei o meu máximo e conto mais uma vez com a torcida de vocês, com as energias positivas muito obrigada minha terrinha", agradece.

    A nova Miss Amazonas Juh Campos ainda convida a todos para torcer pelo título de Miss Brasil. 

    “Nos dias 22 a 29 de novembro estarei na cidade de Gramado no grande concurso juntamente com o Mister Amazonas, Estevan Donizete, e queremos muito o apoio e muita energia positiva de todo povo amazonenses e se Deus quiser traremos o Título Máximo para nosso Estado”.

    Por fim, ela revela que ainda existem muitos sonhos a serem realizados, e no momento certo, quando eles se concretizarem, ela irá compartilhar. 

    Leia mais: 

    Vice-campeã do Miss Amazonas Plus Size é estagiária da SSP-AM

    Amazonense é vice no Miss Bumbum, mas tem faixa arrancada; veja vídeo

    Cearense Teresa Santos é eleita Miss Brasil 2021