Fonte: OpenWeather

    Cultura


    Conselho Estadual de Cultura ainda parado por falta de quórum

    O audiovisual está entre os segmentos sem entidades para representá-los – foto: Alberto César Araújo
     
    Até meados do mês de março, provavelmente, as atividades do Conselho Estadual de Cultura devem seguir paralisadas por falta de quórum. Isso porque a entidade ainda não está com todos os assentos preenchidos pela sociedade civil.
     
    Nas últimas eleições, em agosto passado, pelo menos cinco das 11 vagas destinadas às entidades representativas de classe não foram tomadas. Um novo edital está pronto e tinha a previsão de publicação na última sexta-feira (18), o que não ocorreu.
     
    Por enquanto, na ausência de uma gestão do Conselho, a comissão formada para comandar o processo eleitoral reforça que o regimento interno prevê que é preciso preencher todas as 22 cadeiras da entidade, sendo 11 destinadas a representantes do poder público e 11 para a sociedade civil.
     
    “O que atrapalha é que algumas categorias artísticas têm muita disputa interna e até um descompasso com essa questão de política cultural. Tem associação que apresenta três datas diferentes de fundação, outras entregam a inscrição depois que o prazo encerra”, reflete o ex-vice-presidente da instituição, Luiz Carlos Bonates, que é um dos membros da comissão eleitoral.
     
    Neste momento, contudo, cabe à SEC a publicação do edital para nova oportunidade de manifestação de interessados da classe artística do Amazonas para compor o Conselho.
     
    Segundo o calendário do processo eleitoral, o resultado sobre quais as entidades representativas da sociedade civil estão aptas a participarem da eleição deve ser divulgado até o dia 22 de fevereiro.
     
    Depois disso, Luiz Carlos Bonates comenta que o cronograma previsto estabelece que no período de 25 a 28 de fevereiro essas entidades aptas devem entregar um acordo à comissão organizadora de eleição, se for o caso.
     
    As inscrições dos candidatos às vagas propriamente ditas estão previstas para o período de 1º a 8 de março, na sede do Conselho Estadual de Cultura. As eleições devem acontecer, de fato, entre 18 a 22 do mesmo mês.