Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Bombeiros notificam Prefeitura por irregularidades

    A administração municipal tem um prazo de 15 dias para resolver as irregularidades – foto: Alberto César Araújo

    O Corpo de Bombeiros notificou na manhã desta quinta-feira (31) a Prefeitura de Manaus por irregularidades em sua sede, no bairro da Compensa, Zona Oeste.

    O trabalho é uma sequência das fiscalizações que estão sendo feitas desde a última segunda-feira (28) nas casas noturnas e bares de Manaus, para averiguar problemas que possam comprometer a segurança das pessoas que frequentam tais locais e vai atingir todos os órgãos públicos da capital.

    De acordo com o capitão Jean Clisley, do Corpo de Bombeiros, entre os problemas encontrado na Prefeitura estão extintores de incêndio descarregados e falta de sinalização nas rotas de fuga, além de lâmpadas de emergência com defeito.

    Outro grave problema, disse o capitão, é que a porta da saída de emergência abre para dentro do corredor, quando deveria ser o oposto.

    A favor da Prefeitura pesou o funcionamento correto das mangueiras de 15 metros para casos de incêndio.

    Segundo os bombeiros, a administração municipal tem um prazo de 15 dias para resolver as irregularidades apontadas.

    A vistoria também percorreu as dependências do Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano (Implurb), onde tudo estava funcionando a contento.

    Outros órgãos a serem visitados nesta quinta-feira serão a Procuradoria Geral do Município, e o Palácio Rio Branco, onde o prefeito Artur Neto costuma despachar.

    A fiscalização nas casas noturnas e outros centros de entretenimento, como cinemas, teatros e buffets, vai continuar ao longo da semana.

    Além do Corpo de Bombeiros, participam da operação a Polícia Militar, Departamento de Vigilância Sanitária (Dvisa), Defesa Civil, Implurb, Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Secretaria Municipal de Finanças (Semef).


    Colaborou Isabelle Valois