Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Presidiário invade escola de idiomas e faz 15 reféns, no São Jorge

    Minutos depois de manter 15 pessoas reféns durante assalto, nesta quinta-feira (31), à escola de idiomas Alps, localizada na avenida São Jorge, bairro de mesmo nome, na Zona Oeste, o presidiário Adriano Moreira Teles, 28, foi preso em flagrante por policiais militares.
    De acordo com policiais da 21ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) durante a ação criminosa, Adriano espancou as vítimas com coronhadas. Um funcionário do local teve o nariz quebrado.
     
    De acordo com o soldado da 21ª Cicom, Rafael Rêgo, o presidiário Adriano chegou à escola Alps de táxi. O bandido pediu ao taxista que o esperasse do lado de fora, já que iria se matricular na unidade escolar. "Mas ele sacou a arma na recepção e anunciou o assalto. Manteve 15 pessoas reféns em uma das salas de aula. Várias vítimas foram espancadas.
    Com uma mochila, ele saiu recolhendo as bolsas, celulares e pertences das vítimas. Ainda tentou roubar uma TV de 32 polegadas", comentou o policial.
     
    Rêgo ressaltou que um dos funcionários da Alps percebeu o roubo e acionou o linha direta da 'Ronda no Bairro' do São Jorge. "Nós fizemos o cerco e ele tentou fugir pelo teto de uma casa ao lado. Foi preso logo em seguida, sem reagir à prisão", frisou.
     
    Com o bandido, foram apreendidos celulares, uma porção de maconha, um revólver calibre 38 com duas munições intactas e um notebook. Adriano Moreira foi encaminhado ao 5º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Santo Antônio, onde seria autuado por roubo e tráfico de drogas.
     
    O titular da Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Sequestros (DEHS), Orlando Amaral, ressaltou que a especializada irá investigar o caso, já que Adriano é suspeito de cometer outros crimes em escolas de idiomas, da mesma maneira: sempre só e armado.