Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Projeto Rondon encerra atividades pelo interior

    Foram 15 dias de trabalho em comunidades da calha do rio Amazonas – foto: divulgação

    Doze comunidades ao longo da calha do rio Amazonas foram beneficiadas com serviços médico-hospitalares, com alcance a 1.346 pessoas, pelo Projeto Rondon.

    Os resultados foram divulgados nesta quinta-feira (31) pela Marinha do Brasil, ocasião em que foi apresentada a chegada do navio-patrulha fluvial Pedro Teixeira e do navio de assistência hospitalar Oswaldo Cruz. Ambos navegaram durante 15 dias por comunidades e municípios amazonenses.

    A apresentação teve participação dos coordenadores e universitários do projeto, que tem como objetivo levar atendimento levar atendimento médico e acompanhamento social em locais estratégicos, com diversos tipos de serviços como procedimentos odontológicos, oftalmológicos, ginecológicos, além de intervenções cirúrgicas, exames laboratoriais e outros 863 procedimentos.

    De acordo com o capitão-de-mar-e-guerra Nilson Nascimento de Carvalho, o projeto complementa o civismo dos universitários.

    “A formação deles não se limita à área da medicina e odontologia, nós temos nutricionistas, assistente sociais, fisioterapeutas e outras formações. É uma oportunidade para que esse jovem que está estudando conheça um pouco mais do Brasil”, explicou. Ainda de acordo com o capitão, o diferencial está na conexão entre diversos lugares do Brasil.