Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Donos de casas noturnas voltam a tentar audiência com Arthur

    Ontem, o grupo tentou falar com o prefeito, mas não conseguiu – foto: Joel Rosa
     
    Um grupo de proprietários, funcionários e autônomos, ligados às casas noturnas de Manaus, voltou a se concentrar, na manhã desta sexta-feira (1º), em frente à sede do executivo municipal para tentar uma audiência com o prefeito Arthur Neto.
    Eles reivindicam a reabertura dos estabelecimentos interditados durantes as blitz que o poder público vem realizando desde a tragédia da boate Kiss, em Santa Maria (RS), e um prazo para a regularização dos problemas que levaram ao fechamento das casas. A manifestação teve início por volta de 8h30.
    Ontem (31) pelo menos 50 pessoas também estiveram numa manifestação na se deda prefeitura, Compensa, Zona Oeste, para tentar falar com Arthur, mas como ele estava retornando de uma vigem à Brasília (DF) não conseguiram ser atendidos.
    Os proprietários de casas de bares e casas de show, principalmente, alegam radicalismo da parte do poder público em lacrar imediatamente os estabelecimentos irregulares e dizem que a ação afeta pelo menos 1.500 pessoas que sobrevivem de atividades de entretenimento noturno.