Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Desfile em Manaus sem ocorrências graves

    Ação preventiva de revista com detector de metal ajudou a reduzir a violência – foto: divulgação
     
    Neste ano, o desfile das escolas de samba de Manaus, que encerrou na noite de sábado para domingo (10), com a apresentação das agremiações do grupo especial, teve como marco o índice zero de ocorrências graves na área da segurança.
    Cerca de mil policiais militares e civis, 100 bombeiros e 23 viaturas foram empregados na operação de Carnaval na área interna do sambódromo e no entorno. Em toda a cidade, a segurança contou com um efetivo de 4,5 mil homens, que continuarão atuando até a Quarta-Feira de Cinzas (13).
    As ações foram executado pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI) da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM), que coordenou as ações das polícias Militar e Civil, Bombeiros, Detran e demais secretárias e órgãos envolvidos com as festas de Carnaval.
    O forte esquema de segurança também mantido em toda a cidade de Manaus resultou na redução de 55% dos crimes nos primeiros três dias de Carnaval (dias 7, 8 e 9 de fevereiro) comparado com o mesmo período do ano passado, segundo informou o secretário de Segurança Pública, coronel Paulo Roberto Vital, a partir de estatísticas do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops).
    Ele ressalta que o policiamento foi reforçado em todos os bairros onde eventos carnavalescos estão sendo realizados. De acordo com a SSP, no geral, comparado com 2012, os homicídios caíram 30%; os casos de lesão corporal baixaram 40%; os roubos, 51%; e furto, 63%.
    “Com esses dados, podemos dizer que esse foi o Carnaval mais seguro dos últimos 3 anos. Devemos a isso à implantação do “Ronda no Bairro” em todas as zonas de Manaus”, disse.
    Vital destacou ainda a atuação da Polícia Militar, que, de forma inovadora criou o Batalhão de Eventos, com efetivo de policiais que atuam na área administrativa e os alunos-oficiais da corporação.