Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Motoristas e cobradores da Vega paralisaram serviços durante duas horas

    O ano mal começou e a população já enfrentou a primeira paralisação do transporte coletivo. Na manhã desta quarta-feira (2), os ônibus da empresa Vega, que cumpri itinerário nos bairros da Zona Sul, não saíram da garagem, paralisando durante duas horas.   Segundo o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Josildo Oliveira, o motivo da greve foi a demissão de 15 funcionários da empresa no dia 31 de dezembro. "Essas demissões são ilegais, porque foi dado justa causa para os funcionários, mas tem gente que não possui nenhum falta nem suspensão", afirma Oliveira. Os ônibus que estavam parados na garagem da empresa voltaram a circular por volta das 6h da manhã, após a intervenção da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU). O novo superintendente do órgão, Pedro Carvalho, afirmou que a situação só não mais prejudicial para a população porque linhas de outras empresas também passam pela região. "Quero pedir desculpas a população pelo transtorno", disse o titular da SMTU. De acordo com o gerente de operações da Vega, Aroldo Coelho, os funcionários foram demitidos por não cumprirem com as normas da empresa e por terem muitas faltas. Ainda na manhã desta quarta foi realizada uma reunião entre o Sindicato dos Rodoviários e representantes da empresa Vega. "Nos solicitamos na reunião que, se os funcionários não forem readmitidos, que a empresa pega a indenização devida a eles, porque se isso não acontecer iremos entrar na justiça", afirmou o Josildo Oliveira.