Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Sargento do Exército morre após arma disparar acidentalmente

    Depois de ser atingido com um tiro na cabeça, o 3º sargento do Exército Luís Diolan da Cunha Vieira, 27, morreu depois de dar entrada às 9h15 deste domingo (13), no Pronto-Socorro 28 de Agosto, Zona Centro-Sul. O disparo foi efetuado pelo próprio sargento de forma acidental, como informado pelo Exército.
     
    De acordo com o superior de dia do EB, o disparo foi acidental e ocorreu quando o sargento fazia a passagem do serviço no quartel do 12º Batalhão de Suprimentos, localizado no bairro Compensa 3, Zona Oeste.
     
    Segundo a irmã do 3º sargento, Cíntia Cristiane Vieira, ela foi informada que o Luís se atirou no momento em que estava limpando a arma e no momento que foi verificar de ainda tinha munição, acabou apontando a própria arma, uma pistola calibre 9 milímetros, em sua direção e acabou disparando acidentalmente. Os familiares informaram que acharam estranho um sargento, no quartel há quatro anos, cometer um erro deste tamanho.
     
    O superior de dia informou que, por orientação do Comando Militar da Amazônia (CMAQ), o comandante do 12º Batalhão de Suprimentos, coronel Emerson, tomou todas as providências, prestando apoio à família da vítima. Informou, ainda, que foi instaurado um procedimento administrativo para apurar como ocorreu de fato a morte do 3º sargento Luís Diolan.