Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Adutora rompe e alaga casas na rua Matos Aerosa, Compensa 2

    Uma cratera foi formada na pista e o trafego de veículos teve de ser interrompido na área – foto:  Joel Rosa
     
     
    O rompimento de uma adutora de 800 milímetros na rua Matos Aerosa, Compensa 2, Zona Oeste de Manaus, deixou mais de 100 residências alagadas na manhã desta terça-feira (15).
    Por conta do rompimento, uma cratera foi formada na pista e o trafego de veículos teve de ser interrompido na área, para evitar acidentes. Segundo os moradores que tiveram suas casas afetadas, o rompimento ocorrer por volta das 7h30, mas, a água só foi interrompida uma hora depois.
    O estudante William Mendonça de Albuquerque, 21, contou que tinha acabo de acordar quando foi surpreendido pela água entrando em sua casa. De acordo com ele, era tanta água e barro que não deu tempo de salvar nenhum objeto.
     “A água invadiu todas as casas desta rua. Eu e meus vizinhos perdemos todas as nossas coisas. Um muro chegou a desabar com a força da água. Ligamos varias vezes pra empresa responsável, mas, eles demoraram muito para chegar”, disse.
    Outra moradora da área que também perdeu tudo o que tinha, foi à dona de casa Cristiane Nascimento, 28. Segundo ela, as casas que ficam no final da rua foram as mais afetadas. “Eu estava comprando pão quando fui informada por um vizinho que a água havia invadido minha casa. Sai correndo desesperada e quando cheguei não dava mais tempo de salvar nada”, contou.
    Durante o rompimento, moradores que perderam suas coisas passaram mal, e tiveram que ser levados para o Serviço de Pronto Atendimento (SPA) da Compensa.
    A empresa Manaus Ambiental informou que uma equipe técnica se deslocou para o local assim que a primeira solicitação foi feita. De acordo com a concessionária, o rompimento ocorreu por conta da pressão da água. Eles informaram ainda que foi preciso desligar o abastecimento de água do bairro para que o problema fosse solucionado.
    Em relação ao problema do barro na rua, a secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) informou que o subsecretário de Serviços Básicos, Alessandro Cohen, esteve no local, para verificar a situação.  Assim que, o problema do rompimento for resolvido, a secretaria vai entrar com uma ação imediata de drenagem profunda na área.