Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Acusado de atropelar menino vai a júri

    dia02-24-01-13
     
     
    Dois processos de acidentes de trânsito, considerados como casos de “homicídio doloso” (quando há intenção de matar), e tiveram grande repercussão na opinião pública local, vão a júri popular este ano na Justiça amazonense.O primeiro caso aconteceu no dia 13 de junho de 2010 e resultou na morte de Matheus Alves Gomes, de 4 anos. O menino estava numa rua do bairro Santo Antônio, Zona Oeste de Manaus, com outras três pessoas, acompanhando um evento religioso.
     O garoto estava na calçada e, por volta das 18h, eles foram atingidos por um Corsa Classic, de placas JWS 3946, dirigido por Cristian Silva Souza, que invadiu uma área restrita da procissão, causando o acidente.
    O julgamento de Cristian foi confirmado pela 1ª Vara do Tribunal do Júri para abril deste ano. Ele  pode pegar  pena que varia de 12 a 30 anos de reclusão, de acordo com o 2º parágrafo do artigo 121 do Código Penal Brasileiro.
    Um outro caso de morte no trânsito que será levado a júri popular foi o que vitimou o motorista de caminhão João Nunes de Souza. O acidente ocorreu no dia 17 de abril de 2011, nem uma rua do bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus.
    Após uma discussão no trânsito, o acusado, Cristiano Monteiro de Melo, saiu do carro que dirigia, um Doblô, placa NOX 0297, agrediu com socos João Nunes de Souza que ficou caído no chão. Este segundo caso, também será levado a júri popular no segundo semestre.