Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Novo centro de monitoramento climático começa a funcionar em dois meses

    Novo Centro deve começar a funcionar em dois meses - foto: ALFREDO FERNANDES / AGECOM
     
    Com secas e cheias históricas nos rios do Amazonas acontecendo nos últimos anos, um novo sistema para aperfeiçoar o monitoramento climático e dos ciclos de cheia e vazante está sendo preparado para funcionar no Centro de Monitoramento Hidrológico, que tem previsão para ficar pronto em dois meses.
    A iniciativa é fruto da parceria entre a Secretaria de Mineração e a Agência Nacional de Águas (ANA), com investimento de R$ 2 milhões.
    Além da própria montagem do sistema, o convênio prevê a instalação de outras 30 Estações Hidrometeorológicas, aumentando a cobertura de dados sobre as bacias hidrográficas.
    O Centro de Monitoramento reúne os dados das mais de 300 Estações Hidrometeorológicas espalhadas pelos rios amazonenses. As informações são coletadas pelo Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), Serviço Geológico do Brasil (CPRM) e ANA, órgãos federais responsáveis pelo controle do quadro climático no País.
    Hoje em dia, os boletins com os indicadores gerais de chuva, subida dos rios e vazão das águas chegam às autoridades em relatórios mensais.