Fonte: OpenWeather

    Dia A Dia


    Primeiro dia de fiscalização fecha 17 casas noturnas em Manaus

    Fiscalização foi realizada durante todo o dia - foto: Alberto César Araújo
     
    Como uma medida para evitar que desastres como o ocorrido em Santa Maria (RS) aconteça também em Manaus, os órgãos de fiscalização da prefeitura juntamente com o Corpo de Bombeiros, realizaram, nesta segunda-feira (28), uma blitz que fechou 17 casas noturnas na cidade, entre 27 vistoriadas nas diversas zonas da cidade.  Entre os principais locais interditados estão: All Night Club, na avenida Ephigenio Sales; República Real, na avenida Djalma Batista; Fire Club, na avenida Umberto Calderaro (antiga Paraíba); A2; Blue Star; Casarão do Bolero; Remulo's e Dama da Noite, todos esses últimos no Centro da cidade.
     
    Também foram lacradas durante a blitz as casas noturnas Chariot e Planeta Talismã, Zona Norte. Na Zona Oeste, avenida do Turismo, três estabelecimentos foram fechados: Taberna, Baroeste Cachaçaria e Porteira Country.
    Os lugares que foram fechados têm 30 dias para se regularizarem com os órgãos da prefeitura para serem reabertos. Entre as principais irregularidades contatadas estão falta de alvará de funcionam, de auto de vistoria do Corpo de Bombeiros, de licença ambiental, habite-se e de saídas de emergência adequadas, além de outras.
     
    Ao todo, foram seis equipes de diversos órgãos que realizaram a fiscalização: Implurb, Semmas, DVisa, Semef, Defesa Civil, Casa Militar e Corpo de Bombeiros.
    A fiscalização pelas casas noturnas de Manaus irá continuar até quarta-feira (30). Colaborou William Gaspar