>

    Fonte: OpenWeather

    ARTIGO


    Abscesso dentário: o que é e como tratar

    Abscesso dentário é o acúmulo de pus em um dente causada por uma infecção bacteriana. Leia mais no artigo de Djana Oliveira, cirurgiã-dentista do Amazonas

    Escrito por Djana Oliveira no dia 16 de agosto de 2021 - 19:37
    | Foto: Divulgação

    Djana Oliveira

    Cirurgiã dentista formada pela Universidade Federal do Amazonas. Especialista em Odontopediatria

    Abscesso dentário é o acúmulo de pus em um dente causada por uma infecção bacteriana. O abscesso se forma em torno dessa infecção como uma barreira, impedindo que ela se espalhe.

    A infecção pode ser resultante de uma cárie profunda, não tratada, lesões ou restaurações odontológicas antigas. Ele pode ser de dois tipos: periapical, quando acontece na extremidade da raiz ou periodontal quando ocorre na gengiva, junto a raiz do dente.

    O abscesso perirradicular agudo é a forma mais comum de abscesso dentário, geralmente com localização intraoral, mas em alguns casos pode se difundir pelo organismo resultando em complicações sistêmicas que podem, até mesmo levar à morte. A gravidade da infecção além do ápice dentário está relacionada, principalmente, a virulência do microorganismo agressor e a resistência do paciente. Quando ocorre manifestações sistêmicas, será necessário o uso de antibióticos coadjuvantes ao tratamento clínico.

    A principal característica do abscesso é a presença de pus, mas pode apresentar sintomas físicos como:

    - Dor latejante e persistente no dente ou gengiva;

    - Dor ao morder ou mastigar;

    - Dor de dente espontânea;

    - Vermelhidão, sensibilidade e inchaço na gengiva;

    - Febre;

    - Escurecimento do dente com abscesso;

    - Mau hálito e gosto desagradável na boca;

    - Linfonodos embaixo da mandíbula ou no pescoço, inchados ou sensíveis.

    Fatores de risco que podem propiciar ao desenvolvimento de um abscesso dentário:

    - Maus hábitos de higiene bucal, aumentam o risco de complicações dentárias e bucais.

    - Dieta rica em açúcar é prejudicial ao organismo, principalmente aos dentes, podendo causar cárie e esta evoluir para infecções ou abscessos dentários.

    - Diabetes e outras doenças autoimunes podem aumentar a probabilidade do surgimento de abscessos, portanto é essencial a esses pacientes terem um acompanhamento odontológico regular.

    Mas o que fazer para prevenir?

    A principal causa dos abscessos e outras doenças bucais é o acúmulo de placa, então para prevenir o ideal é escovar os dentes sempre após as principais refeições e utilizar o fio dental diariamente. Ter uma alimentação balanceada, além de evitar o consumo frequente de alimentos açucarados.

    E quais os possíveis tratamentos?

    O tratamento envolve a drenagem do abscesso e a eliminação da infecção da área. Se possível, o dente será salvo com um tratamento de canal, mas em alguns casos, o dente pode precisar se removido completamente. Importante lembrar que um abscesso dentário sem tratamento pode levar a complicações graves e até a morte do indivíduo.

    Leia mais:

    Por que o limão pode prejudicar a saúde dos dentes?

    O papel do flúor na saúde bucal

    Odontofobia: causas, consequências e como superá-la