>

    Fonte: OpenWeather

    Opinião


    Desarmonização facial

    O grande problema é que, na maioria das vezes, a mudança tão brusca faz com que a pessoa perca todas as suas feições naturais

     

    | Foto: Reprodução

    Não é novidade para ninguém que um rosto bem cuidado, com contornos faciais definidos e com aspecto mais jovem é a tendência atual.

    Mas alguns cuidados precisam ser tomados por que a criação de padrões de beleza irreais pode abalar também a autoconfiança, autoestima e por fim até a saúde física e mental.

    Uma pesquisa feita no Brasil pela Edelman Data & Intelligence entre mulheres de 18 a 55 anos mostrou que 69% delas gostariam de ter tido recursos para ajudar na construção da autoestima quando eram mais jovens, no que se refere ao aspecto físico.

    Cuidar-se é sempre maravilhoso, no entanto a insatisfação exagerada com a aparência pode ocasionar problemas sérios, desde fazer procedimentos estéticos desnecessários ou até mesmo “mudar totalmente de face”, transformar a face de modo tal a se tornar uma outra pessoa.

    O grande problema disso é que, na maioria das vezes, a mudança se torna tão brusca que a pessoa perde todas as suas feições naturais e passa a não mais se reconhecer ao espelho, e isso abala o seu psicológico ao longo dos dias, gerado transtornos de ansiedade e até mesmo depressão.

    Sim, é importante envelhecer de forma saudável, com a uma pele bonita e com um rosto mais harmônico, procedimentos estéticos como o de Harmonização Facial, por exemplo, é uma boa escolha para quem quer realçar seus contornos naturais e manter o rosto com aparência mais jovem com o passar dos anos, no entanto, é muito importante que a Harmonização facial seja realizada por profissionais qualificados e que orientem corretamente os pacientes em relação ao procedimento, mantendo a naturalidade do rosto e que realce a beleza da pessoa ao invés de “criar um outra pessoa”, afinal o objetivo é harmonizar e não “desarmonizar, correto?

    De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica o número de procedimentos de Harmonização Facial cresceu de 72 mil para 256 mil por ano, nos últimos 6 anos. Isso é um número bem elevado, um crescimento de 255%.

    Sim, o procedimento de Harmonização facial é o queridinho dentre os brasileiros, desde o público em geral quanto os famosos, todos têm interesse e a motivação é conquistar uma face mais simétrica.

    De fato, os resultados de uma boa harmonização com certeza são incríveis, mas a segurança e expertise profissional não pode faltar, em geral, não é um procedimento de preço popular, até por que os produtos têm um valor agregado maior e a capacitação profissional não é nada “barata”. Em Harmonização Facial, o ditado popular “o barato sai caro” é um fato inegável, e não tem como esconder, por que está “na cara”!

    Uma boa harmonização facial com certeza vai elevar a autoestima sem deixar sequelas negativas e nem transformar você em um outro ser humano. Uma boa harmonização vai realçar o que você já tem de bonito e valorizar seus aspectos únicos, de modo mais natural e sem exageros. O que sempre falo para os meus pacientes na Supremacie é: “Em harmonização facial, o menos é sempre mais! ”

     Harmonizar é mais que um procedimento estético, é uma arte!

     Leia mais:

    Especialista ensina como eliminar gordura abdominal 

    Saiba os benefícios da depilação a laser

    Emagrecimento sustentável

     

    Campanha Amazonpedia