>

    Fonte: OpenWeather

    ARTIGO


    O dia em que Walt Disney escalou o Zé Carioca na seleção brasileira

    Sabia que clubes amazonenses já foram citados no mundo Walt Disney? Confira no artigo do jornalista esportivo Dudu Monteiro de Paula

    Escrito por Dudu Monteiro de Paula no dia 02 de agosto de 2021 - 20:46
    | Foto: Divulgação

    Dudu Monteiro de Paula

    Jornalista esportivo

    Quem não lembra de WALT DISNEY?

    O homem que embalou fantasias. Criador de personagens extraordinários no imaginário de todos. Um apaixonado pelo Brasil e mais exatamente: pelo "espírito alegre" do brasileiro. Tão apaixonado, que com base neste espírito, criou um de seus personagens mais alegres e divertidos: o ZÉ CARIOCA.

    Nos anos setenta ele acompanhou de perto a alegria do povo brasileiro na Copa do México de Futebol: a Copa do TRI! Por causa dessa conquista, Walt Disney resolveu “escalar” e vestiu o ZÉ CARIOCA com a camisa da Seleção Brasileira. Lançou para o mundo inteiro, um manual com Histórias e destaques sobre o povo brasileiro.

     

    | Foto:

    Histórias relacionadas ao futebol, que ajudou a mudar a personalidade de uma nação chamada BRAZIIIIIILLLLLLLLLLLL!

    O Manual do ZÉ CARIOCA começa assim: “NOVENTA MILHÕES EM AÇÃO, PRA FRENTE BRASIL DO MEU CORAÇÃO... A inspirada composição de Manuel Gustavo diz bem o que representa o futebol para o nosso país. Afinal, o garoto nascido nesta terra já começa a chutar a bola, antes mesmo de aprender a ler”.

    E falou Zé Carioca! Falou BRASIL!

    WALT DISNEY escreveu mais: “A verdadeira Seleção Brasileira surge em 1914, em um amistoso no campo do fluminense com jogadores do Rio e São Paulo, contra a equipe inglesa EXETER CITY. Em seguida, esta seleção vence a primeira COPA ROCA em Buenos Aires, vencendo a ARGENTINA. Calções e camisas brancas com braçadeiras vermelhas e o brasão da CBD - Confederação Brasileira de Desporto”.

    Com o passar do tempo, o equipamento da Seleção brasileira foi modificando até chegar ao modelo atual.

    Para mim, amazonense, foi emocionante ver nas páginas do Manual, que o Zé Carioca fala dos grandes clubes do Brasil, dentre eles estão: NACIONAL E RIO NEGRO em 1974. Ou seja, o futebol do Amazonas faz parte da História do futebol mundial.

    Outra curiosidade: no início do nosso futebol, pouco a pouco, foram sendo incorporados aos elencos dos grandes times do Brasil, jogadores estrangeiros. Em determinado momento, o Vasco da Gama contratou um jogador argentino. Este jogador, na verdade, nem chegou a jogar diretamente no elenco.

    Porém, estava sempre à beira do campo. Toda vez que a bola saía e ia para longe (não existia CT), os jogadores gritavam e pediam: GANDULA VAI BUSCAR A BOLA!

    O nome do jogador “cruzmaltino” era Gandula. Daí em diante ficou perpetuado, que quem auxilia na reposição da bola chama-se GANDULA.

    Esta é apenas uma das centenas de Histórias do nosso futebol escrita pelo ZÉ CARIOCA e que nas últimas páginas continha um dicionário de palavras do futebol:

    CABEÇA DE BAGRE - Mal jogador.

    ARMANDINHO - Atacante que joga recuado, fugindo da área adversária.

    MASCARADO - Jogador vaidoso, convencido de suas qualidades e que joga com pouco interesse na partida. Dentre outras.

    Não esqueça! Este manual foi publicado em 1974, em um BRASIL diferente do de hoje.

    Mas a História não pode ser mudada (se houver honestidade). Resolvi então lembrar momentos da minha formação.

    Personagens como este, me colocavam no centro do mundo, resultando em muito orgulho de ser brasileiro.

    Foi tão forte a emoção que até hoje posso cantar: "EU TE AMO MEU BRASIL, EU TE AMO! MEU CORAÇÃO VERDE AMARELO AZUL ANIL..."

    Hoje, agradeço ao Walt Disney por permitir voltar no tempo e copiar um pouco deste manual, para refrescar a cabeça de alguns.

    Somos uma grande nação, com pessoas maravilhosas e orgulhosas do seu solo pátrio! Mesmo que tenhamos de lutar por isso todos os dias!

    Por hoje é só! Semana que vem tem mais! Fuuuiiiiii!

    Dudu Monteiro de Paula, jornalista esportivo

    Leia mais: 

    Companheiros das Américas: o futebol amador abrindo horizontes

    Deutscher Kegel Klub: o remo alemão no Amazonas

    Kart "made in Amazon"

    Campanha Amazonpedia