Fonte: OpenWeather

    Concurso público


    A promessa dos concursos públicos da PM, PC e Bombeiros

    Sem nenhum edital lançado, os Certames estavam previstos para serem realizados em 2018

    A expectativa era que fossem abertas 8,2 mil vagas, sendo 5,8 mil para a PM e 2,3 mil para PC | Foto: Divulgação

    Manaus - Milhares de amazonenses sonham com o dia em que vão passar em um concurso público e assim terão a tão sonhada estabilidade profissional e financeira. No entanto essa esperança pode ser frustrada quando o concurso público prometido não é cumprido e tem que esperar até ser lançado o edital. Exemplo disso são os certames estaduais previstos para 2018 como da Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC) e Bombeiros do Amazonas que foi prometido em 2017 pelo ex-vice-governador e ex-secretário de Segurança Pública, Bosco Saraiva

    A expectativa era que fossem abertas 8,2 mil vagas, sendo 5,8 mil para a PM e 2,3 mil para PC. Também a promessa era abertura de vagas para o Corpo de Bombeiros, mas o número não tinha sido definido.

     O último concurso para a PM ocorreu em 2011, organizado pelo Instituto Superior de Administração e Economia da Amazônia. O edital ofertou 2,4 mil vagas para os cargos de Oficial e Soldado. Desse total, 405 vagas foram para Oficial Combatente, 2 mil vagas para Soldado, 39 para Oficiais de Saúde e 29 vagas para Praças Especialistas.

     Já o último concurso da PC foi organizado em 2009 pela Comissão Permanente de Concursos (Copec). O certame ofertou 930 vagas para perito odontolegista, perito legista, perito criminal, escrivão de polícia, investigador de polícia e delegado de polícia.

     E o Corpo de Bombeiros está há 10 anos sem ter realizado nenhum concurso.

     “Tudo só enganação”

    A estudante Sofia Lorrane está se preparando desde 2017 para o concurso da PC e conta que já pensou em desistir por não terem lançado o edital, mas segue confiante. “Minha dedicação diária foi total para este concurso desde quando eles anunciaram, mas tive que diminuir o ritmo já que passaram dois anos de promessa”.

    O auxiliar administrativo Guilherme Silva, conta que está estudando para outro certame, pois não acredita que vão lançar este edital mais este ano. “Tudo só enganação. O anúncio destes concursos foi só propaganda política”.

    O fluxo de pessoas para estudar em cursinhos preparatórios também diminuiu. É o que diz o atendente da Vencer, Luiz Augusto, curso preparatório localizado no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. “Nós tínhamos salas lotadas só para estudar para o concurso da Polícia, hoje essa demanda é menor por algumas pessoas terem desistido”.

    O Fábio Lobo, professor do curso Prime, diz que a demanda na área policial nunca diminui, porque as pessoas geralmente continuam estudando nem que sejam para as polícias de outros estados ou da Polícia Federal e Policia Regional Federal. “A demanda sempre é muito grande na área policial. Pessoas que estudam para esta área são determinadas. Elas sabem o que querem”.

     Posicionamento

     A assessoria de comunicação da SSP-AM informou que o Governo do Amazonas está planejando a realização de concursos para a área de segurança, que serão anunciados conforme disponibilidade orçamentária. E ainda ressaltou que a atual gestão Estado assumiu em janeiro de 2019 não sendo, portanto, responsável por promessas não cumpridas por gestões passadas.