Oportunidade


Concurseiros do AM intensificam estudos em busca de vagas

Pelo menos quatro certames estão previstos para 2020. Em busca de estabilidade e ótimos salários, concurseiros do Amazonas estão na expectativa pelos concursos da Semsa, TCE-AM, IBGE e INSS

Concurseiros estudam mesmo que edital ainda não tenha sido publicado | Foto: Divulgação

Manaus  - Seja por estabilidade, bons salários, ou cargas horárias mais flexíveis, é fato que concursos públicos são uma alternativa bem vista para quem procura as opções citadas acima. No Amazonas, concurseiros já estão a todo vapor para as provas previstas em 2020. Mesmo sem edital lançado, a expectativa é grande por concursos como os da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).

Rayana de Souza Abreu, 32, é uma das pessoas que já começaram os estudos para o concurso da Semsa. “É o primeiro concurso que irei fazer. Tenho estudado em casa, com vídeos no Youtube. Ajudam muito, porque eu trabalho e faço faculdade o dia inteiro, então fico sem tempo para estudar em um cursinho”, comenta.

A ansiedade, muito comum aos estudantes de concursos e vestibulares, já atingiu Rayana. “Tive que passar por uma psicóloga para aprender a controlar as sensações ruins decorrentes da ansiedade”, afirma ela. Mesmo com a dificuldade, a concurseira se mostra confiante a prova da Semsa.

Em junho do ano passado, em sessão, vereadores da Câmara Municipal de Manaus aprovaram dois Projetos de Lei que criam 2,6 mil cargos na área da saúde, na Capital. A ação ocorreu após o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, enviar ofício para solicitar a apreciação do Projeto de Lei. 

O concurso da Semsa, que ainda não possui edital, prevê, pelo Projeto de Lei, a criação de cargos de 40 h na saúde do município. O objetivo é “redistribuir o quantitativo de vagas, bem como redefinir as atribuições de determinados cargos da Sem, de modo a suprir as necessidades de recursos humanos e aprimorar os serviços de saúde prestados à população”,diz o ofício assinado por Arthur. 

Atualmente, a Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão de Manaus (Semad) tem se movimentado para escolher a banca que realizará o concurso. No mês passado, uma comissão foi criada para avaliar propostas das bancas. Só após essa fase, um edital será publicado. 

Semsa e TCE-Am são os dois concursos mais esperados, segundo concurseiros
Semsa e TCE-Am são os dois concursos mais esperados, segundo concurseiros | Foto: Divulgação

TCE-AM

Outra prova que está na mira dos concurseiros é o do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM). Com vagas para nível superior, o concurso já tem banca. A Fundação Getúlio Vargas será a responsável por realizar as provas. 

De acordo com informações preliminares do próprio TCE, as vagas previstas são:

- Auditor Técnico de Controle Externo (Auditoria de Obras Públicas);

- Auditor Técnico de Controle Externo (Ministério Público de Contas);

- Auditor Técnico de Controle Externo, na especialidade de Tecnologia da Informação;

Tribunal divulgou com antecedência que o concurso deverá ser aberto para profissionais de nível superior
Tribunal divulgou com antecedência que o concurso deverá ser aberto para profissionais de nível superior | Foto: Divulgação

Além disso, o Tribunal divulgou com antecedência que o concurso deverá ser aberto para profissionais de Administração, Tecnologia da Informação, Direito, Biblioteconomia, Jornalismo, Medicina, Arquivologia, Ciência Atuariais, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Geologia, Pedagogia, Psicologia,  Odontologia, Arquitetura e Engenharias (de Estrada, Mecânica, Naval, de Pesca, Ambiental, Civil, Elétrica, Eletrônica, de Petróleo e Gás e de Transportes ou Logística).

"Não existe sorte"

A frase é de Urias Freire, diretor regional do Cuca Amazonas, um cursinho de vestibulares e concursos, em Manaus, com mais de 500 alunos matriculados. Para ele, a preparação é fundamental. "Não adianta estudar só quando sai o edital. A preparação precisa vir com antecedência", afirma. 

Ele diz que a demanda em 2020 tem sido bem alta, principalmente por pessoas interessadas no concurso da Semsa. "Estamos bem felizes com a procura. Como retorno, temos disponibilizado aulas de manhã, a tarde e a noite", comenta Urias, que destaca a flexibilidade de horários as aulas. Além da semana, há turmas exclusivas para os sábados. 

Professora ministra aulas de português desde 2001
Professora ministra aulas de português desde 2001 | Foto: Divulgação

Quem também está no mundo dos concursos é a professora de português Madalena Coutinho. Ela ministra aulas para mais de 150 alunos, em Manaus. O foco agora, segundo ela, é a prova da Semsa. "O que posso dizer é que a demanda tem aumentado bastante por conta desse concurso. Muitas pessoas têm procurado participar das aulas", comenta ela, que tem um preparatório chamado Nativos Concursos.

A professora atua dede 2001, e como dica para concurseiros, diz que é importante estudar com antecedência e também exercitar a mente. "Com certeza um ótimo 'bizu' é parar para responder diversas questões da banca examinadora do concurso que você tem interesse. 

Outros concursos

Segundo o site Concursos no Brasil, outras provas em 2020 podem chamar a atenção dos concurseiros. As confirmadas são da Marinha do Brasil, com 960 vagas para fuzileiro naval, e da prefeitura de Urucará, situado a 260 km de Manaus, em linha reta. Nesta, são 142 vagas para nível superior. 

No caso dos concursos apenas previstos, estão o do IBGE, com 225,6 mil vagas para todos os níveis de escolaridade; do INSS e da prefeitura de São Sebastião do Uatumã, esses dois últimos sem edital ou previsão de vagas. 

Mudança

Ao falar de concursos públicos em 2020, cabe lembrar a Reforma Administrativa, prevista para esse ano. Com ela, o governo federal pretende, dentre ações, diminuir a carga horária de servidores públicos, para assim forçar também a redução dos salários. As mudanças, segundo o presidente Jair Bolsonaro, afetam os servidores que entrarão após a reforma. 

Para Bolsonaro, Reforma Administrativa busca diminuir excessos no serviço público
Para Bolsonaro, Reforma Administrativa busca diminuir excessos no serviço público | Foto: Acervo/Palácio do Planalto

Na última terça-feira (17), o presidente comentou sobre um eventual congelamento de concursos públicos até a aprovação do texto base da reforma, segundo reportou o jornal Correio Braziliense. “Não é travar (concurso público). É um peso muito grande o serviço público no Brasil. Vocês devem se lembrar da promulgação da Constituinte, a quantidade de trens da alegria, isso inchou os quadros. Se não fizer algo, atuais servidores vão ficar sem receber lá na frente. Então, não é travar. Concursos públicos, só os essenciais, essa que é a ideia”, comentou Bolsonaro, em entrevista. 

Edição: Rebeca Mota