Oportunidade


Edital destina R$40 mi a projetos que melhorem vida de deficientes

Para concorrer, os projetos devem ser apresentados por meio de inscrição on-line. O prazo se encerra na sexta-feira (18)

Atualmente, cerca de 45 milhões de brasileiros convivem com alguma deficiência
Atualmente, cerca de 45 milhões de brasileiros convivem com alguma deficiência | Foto: Reprodução internet

Um edital aberto pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Ministério da Saúde, irá financiar projetos de pesquisa e inovação que contribuam para o desenvolvimento de tecnologias essenciais para inclusão e melhoria da qualidade de vida para pessoas com deficiência, idosos ou pessoas com mobilidade reduzida. Atualmente, cerca de 45 milhões de brasileiros convivem com alguma deficiência. As propostas devem ser apresentadas até as 17h desta sexta-feira (18), por meio do link http://www.finep.gov.br/chamadas-publicas/chamadapublica/649

Serão destinados cerca de 40 milhões para produtos, equipamentos, dispositivos, recursos, metodologias, estratégias, práticas e serviços que promovam a funcionalidade relacionada à atividade e à participação de pessoas com algum tipo de deficiência no seu cotidiano. 

“Umas das linhas temáticas construídas nessa parceria propõe o fomento a projetos para atualização das tecnologias assistivas no SUS. Nosso objetivo é melhorar o que já é ofertado ou incorporar novas tecnologias e procedimentos que tragam melhor qualidade de vida para essas pessoas”, afirmou o secretário de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde, Hélio Angotti Neto. 

Temáticas

O edital propõe cinco linhas temáticas para fomento: auxílios para o desempenho autônomo diário e laboral da pessoa com deficiência e das pessoas idosas; auxílios para ampliação da habilidade visual, auditiva e que promovam desenvolvimento intelectual para pessoas com deficiência; órteses, próteses e meios auxiliares de locomoção; habilitação e reabilitação; soluções inovadoras para atualização das tecnologias assistivas do SUS.

Além do Ministério da Saúde, integram o projeto o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMDFH). A divulgação do resultado final está prevista para dezembro. Saiba mais, acesse http://www.finep.gov.br.http://www.finep.gov.br

Com informações da Agência Saúde

Leia mais

Santander retoma programa de estágio em empresas clientes

Conheça os negócios que surgiram durante a pandemia em Manaus