Fonte: OpenWeather

    SESI


    SESI encaminha mais de 1,3 mil pessoas ao mercado de trabalho. Confira

    Mais 225 alunos receberam seus certificados de conclusão do Ensino Médio em solenidade no SESI Clube do Trabalhador

    De acordo com a gerência da EJA, o início do projeto tem parceria do programa com empresas locais, em 2011, até 2018. | Foto: Divulgação

    Manaus- O casal José Ferreira (56 anos) e Ione Souza (39 anos) está entre os novos formandos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) do Serviço Social da Indústria (SESI Amazonas). Juntamente com mais 225 alunos o casal recebeu na sexta-feira(30), os seus certificados de conclusão do Ensino Médio em solenidade no SESI Clube do Trabalhador.

    Ferreira e Souza começaram estudos na EJA, cursando da 2ª a 5ª fase, influenciados pelo filho, que soube da oportunidade e os incentivou para que voltassem aos estudos. “Finalizar o Ensino Médio já foi um sonho, hoje é uma vitória. Agora quero fazer faculdade de jornalismo”, disse Ione.

    José explica que na época, em 2014, ele e a mulher trabalhavam na empresa Techcasa, no canteiro de obras da empresa, e as aulas eram realizadas in company, o que facilitava os estudos. Nem a saída da empresa atrapalhou a vontade de ambos de estudar, que então passaram a frequentar as aulas na Escola SESI Emina Basbosa Mustafa, no Aleixo, onde finalizaram no primeiro semestre deste ano o Ensino Médio.

    “Vim do interior e não tive oportunidade de estudar, trabalhava das 6 horas da manhã às 9 da noite, não tinha tempo. Quando meu filho soube da oportunidade de participar das aulas no próprio local de trabalho nos incentivou a voltar a estudar. Ele foi o nosso maior incentivador”, relatou José, que hoje trabalha na Construtora Souza Abreu.

    De acordo com a gerência da EJA, aproximadamente 1,3 mil pessoas já foram encaminhadas ao mercado de trabalho, desde o início do projeto de parceria do programa com empresas locais, em 2011, até 2018.

    Para a gerente, Patrícia Bezerra, é uma grande satisfação formar mais uma turma de alunos que procuram a EJA para resgatar um sonho que ficou para trás, que era o de estudar, se formar e ter uma vida profissional. “Hoje, é uma grande noite, uma noite de vitórias, de conquistas, pois eles já conseguiram conciliar estudos com uma carreira profissional e a vida familiar, que eles resgataram nesse período”, frisa Bezerra.

    “O SESI fica muito feliz em poder mudar a vida dessas pessoas, proporcionando melhores expectativas de vida e inserção no mercado de trabalho”, afirmou a superintendente do SESI Amazonas, Rosana Vasconcelos, ao prestigiar alunos, professores e representantes das indústrias parceiras, que direta ou indiretamente contribuem para que essa inserção no mercado de trabalho ocorra.

    Vasconcelos explica que é interessante ver o esforço de cada um em se qualificar, principalmente em tempo de crise, onde cada vez mais as empresas precisam ter profissionais mais qualificados. É com sacrifício que eles permanecem nas salas de aulas, até porque muitos deles trabalham na área da construção civil, que exige, na maioria das vezes, mais esforço, o que acaba causando um cansaço excessivo.

    Leia mais: 

    UEA divulga resultado do Vestibular e SIS na terça-feira (4)

    Equipe de Roraima é a campeã do Torneio Norte SESI de Robótica

    Alunos de Manaus desenvolvem projetos de robótica para astronautas