Fonte: OpenWeather

    Gestação


    Inscrições abertas para curso sobre impacto da Covid-19 para gestantes

    A formação busca aprimorar os protocolos específicos para esses grupos, com vistas à detecção precoce de infecção e redução da razão de mortalidade materna

     

    O conteúdo inclui informações sobre os povos e comunidades indígenas e tradicionais
    O conteúdo inclui informações sobre os povos e comunidades indígenas e tradicionais | Foto: Imagem/Divulgação

    Passado mais de um ano do início da pandemia causada pelo novo Coronavírus, o Brasil já possui dados epidemiológicos que apontam determinados grupos como mais vulneráveis à Covid-19.

    Entre eles, estão as comunidades indígenas e tradicionais, como ribeirinhos e quilombolas, assim como as mulheres grávidas e puérperas, que apresentam maior risco em desenvolver a forma grave da doença.

    Buscando apresentar uma resposta abrangente a esse quadro, o Fundo de População das Nações Unidas, em parceria com a Fiocruz, lança o curso Covid-19 e a atenção à gestante em comunidades indígenas e tradicionais. 

      Criado com financiamento do Fundo de Resposta e Recuperação da COVID-19 das Nações Unidas, o curso é online, gratuito e autoinstrucional, contando com 15 horas de duração, em 7 aulas que compõem 3 módulos.  

    O conteúdo inclui informações sobre os povos e comunidades indígenas e tradicionais, as especificidades da Covid-19 para esses grupos sociais, além de informações sobre manejo clínico da gestante no contexto da Covid-19 e recomendações para atenção às gestantes nestes contextos.

    A responsável pelo curso no Fundo de População das Nações Unidas, Anna Cunha, destacou que as evidências científicas têm indicado maior chance de desfecho materno e neonatal desfavorável na presença da Covid-19 moderada e grave.

    A formação busca aprimorar os protocolos específicos para esses grupos, com vistas à detecção precoce de infecção e redução da razão de mortalidade materna.

    A coordenadora do Campus Virtual Fiocruz, Ana Furniel, ressaltou que o curso está alinhado aos princípios de disseminação de informações qualificadas e capacitação de profissionais de saúde no contexto da pandemia.

    "

    O foco do curso é nas populações que se encontram em maior vulnerabilidade social e que demandam uma atenção mais específica e especializada "

    Ana Furniel, coordenadora do Campus Virtual Fiocruz

     

    Clique aqui para se inscrever no curso

    *Com informações da assessoria

    Leia mais:

    Anticorpos contra a Covid-19 podem passar para bebês pelo leite materno 

    Ficar menstruada não significa que não possa estar grávida; entenda 

    Grávidas vacinadas podem voltar ao trabalho definem deputados