Fonte: OpenWeather

    Emprego


    "Contrate-me" auxilia a encontrar vagas de emprego na indústria

    O programa do Senai usa inteligencia artificial para juntar os dados preenchidos pelo candidato ao emprego que é mais compatível

    É necessário fazer um cadastro para ter acesso à plataforma
    É necessário fazer um cadastro para ter acesso à plataforma | Foto: Senai-AM

    Manaus - O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) por meio do programa "Contrate-me", auxilia a encontrar  vagas na indústria, voltadas principalmente para alunos e ex-alunos da instituição, no entanto, é necessário fazer um cadastro. Constando detalhadamente as competências e que tipo de vaga procura por meio de inteligência artificial, o site faz a ligação do candidato com a seleção do emprego, se houver.

    Lançado em janeiro deste ano em todo o Brasil, o programa já reúne, no Amazonas, em média, 180 currículos, incluindo cadastros no interior. Resultado de parceria do Senai com a plataforma de empregabilidade Speck, o Contrate-me funciona em mão dupla: ao mesmo tempo em que o trabalhador cadastra o  currículo, o empregador, ao oferecer a vaga, deixa registrada ali as especificações do que seria o melhor candidato a ser contratado. A própria plataforma se encarrega de unir esses dois ideais.

    No Amazonas, de acordo com o gerente de Educação Profissional do SENAI, professor José Nabir de Oliveira Ribeiro, a evolução dos currículos começou a ser medida no final de abril, com 122 inscrições. Depois de um salto de cerca de 90% no mês seguinte, o marcador começou o mês de junho com uma média de 160 cadastros.

    Dados na plataforma

    José Nabir diz que a inserção de dados na plataforma é de responsabilidade dos próprios interessados, candidato ao emprego e ofertante da vaga, sem interferência direta do SENAI. “A proposta é que esse cadastro funcione como um banco de dados, de mão de obra qualificada e vagas disponíveis nas empresas do segmento industrial”, diz o gestor.   

    Uma parte dos currículos cadastrados no Amazonas é de alunos do SENAI no interior do Estado, onde a instituição conta com três agências de treinamento – Coari, Iranduba e Itacoatiara – e uma escola, em Parintins. A Agência SENAI Elias Benzecry, em Iranduba, na região metropolitana de Manaus, tem registrado atualmente 12 alunos na plataforma, sete deles residentes nos municípios adjacentes de Manacapuru e Novo Airão.

    De acordo com o coordenador escolar da Agência de Iranduba, Ednilson Santiago de Araújo, os alunos que registraram currículo na plataforma são na maioria da área de mecânica e estão sendo qualificados para trabalhar com motocicleta ou motor de popa. Os demais são alunos do curso de operador de microcomputador.

    Capacidades emocionais

    Aberto, atualmente, ao público em geral com interesse em trabalhar em empresas da indústria, o Contrate-me tem um objetivo muito específico de aproximar alunos e ex-alunos das oportunidades de emprego nesse segmento, levando em conta a missão da instituição de promover a educação profissional em mais de 15 áreas técnicas de interesse da indústria amazonense, como eletroeletrônica, informática, automação e construção civil.

    Na divulgação do programa junto aos alunos e ex-alunos, hoje por meio de contato apenas virtual, os gestores do Senai chamam atenção para um ponto importante na hora do cadastro: tem que dar ênfase não só nas competências técnicas, mas também nas competências emocionais, afinal, a plataforma de empregabilidade Speck é conhecida pelo potencial de mostrar as capacidades socioemocionais dos candidatos.

    “Mostrar suas competências complementares é uma forma de se diferenciar em relação ao outro candidato”, ensina o gerente José Nabir. Na hora de montar o perfil na plataforma e inserir os dados obrigatórios, o candidato deverá responder a uma entrevista, onde terá oportunidade de falar de si mesmo, seus gostos, habilidades, qualidades e preferências. “Quanto mais detalhe escrever melhor porque assim a plataforma, por meio da inteligência artificial, terá mais elementos para compreender aquele perfil profissional”, explica o gestor.

    Depois de enviado, o currículo estará acessível às empresas, mas o candidato ainda poderá editar e incluir novas informações no seu perfil quando quiser. Para fazer o cadastro visite o site: https://www.mundosenai.com.br/contrate-me/


    É necessário fazer um cadastro para ter acesso à plataforma
    É necessário fazer um cadastro para ter acesso à plataforma | Foto: Senai-AM

    Ver mais:

    Saiba como arrumar emprego apesar da crise do coronavírus

    Crise vira oportunidade: emprego novo em tempos de coronavírus

    Pensa que o LinkedIn é para conseguir emprego? Você se enganou!