Fonte: OpenWeather

    OPORTUNIDADE


    Banco do Brasil contrata adolescentes para ser aprendiz; saiba mais

    Cerca de cinco mil adolescentes participam do Aprendiz Banco do Brasil em todo o País. Veja como participar

     

    O objetivo do Banco do Brasil é a contratação de adolescentes da rede de escolas públicas e de famílias de baixa renda
    O objetivo do Banco do Brasil é a contratação de adolescentes da rede de escolas públicas e de famílias de baixa renda | Foto: divulgação

    O Banco do Brasil vai contratar jovem aprendizes para auxiliarem em várias agências espalhadas pelo Brasil. 

    Mais uma empresa pública que está abrindo oportunidades para aprendizes poderem adquirir conhecimento profissional.

    O objetivo do Banco do Brasil é a contratação de adolescentes da rede de escolas públicas e pertencentes às famílias de baixa renda, por meio da sua formação para a cidadania e do seu desenvolvimento pessoal, profissional e social para o mundo do trabalho.

    Cerca de cinco mil adolescentes participam do Aprendiz Banco do Brasil em todo o País.

    O Programa Aprendiz Banco do Brasil contempla carga horária total de 1.840 h, sendo 460 h (25%) destinadas a aprendizagem teórica (capacitação) e 1.380 h (75%) para a aprendizagem prática (atividades em serviço).

    De acordo com o banco, a  contratação de aprendizes se dá na modalidade indireta, por meio de Entidades Sem Fins Lucrativos – ESFL, conforme inciso III, do art. 8º do Decreto 5.598/05, capacitadas a fornecer a aprendizagem na forma dos artigos 428 a 441 da CLT.

    Requisitos para participar do Programa de Jovem Aprendiz Banco do Brasil 2019

      Serão contratados adolescentes, pelo prazo de dois anos, sem renovação, para uma jornada diária de quatro horas, sendo quatro dias no Banco e um dia na Entidade Sem Fins Lucrativos, com base nos seguintes critérios:  

    - Faixa etária para contratação: 15 anos a 15 anos a 10 meses;

    - Renda familiar de até meio salário mínimo regional per capita, preferencialmente de família beneficiada por programas sociais do governo federal destinados a população de baixa renda;

    - Recrutados na rede de escolas públicas, com bom aproveitamento e freqüência regular na escola; 

    - Cursando, no mínimo, o oitavo ano do ensino fundamental. Selecionados por provas de conhecimento em português e matemática.

    Leia mais:

    Desempregado? Confira 195 vagas de emprego no Amazonas

    Desemprego na maioridade desafia jovens não adotados em Manaus

    Jovem aprendiz: Senai e indústrias ofertam 61,2 mil vagas; confira