Fonte: OpenWeather

    CULTURA


    Cultura capixaba: riquezas históricas e singulares do Espírito Santo

    Saiba o que esperar na sua próxima visita a um dos estados mais importantes do Brasil.

     

    O estado do sudeste carrega consigo uma herança importante para o Brasil.
    O estado do sudeste carrega consigo uma herança importante para o Brasil. | Foto: Divulgação

    Espírito Santo (ES) - O estado do Espírito Santo é um caldeirão de diversidade histórica e cultural. Essa riqueza é fruto da mistura de costumes e tradições indígenas, africanas e dos diversos imigrantes que fixaram residência no local e construíram a história capixaba. 

      As manifestações culturais do Espírito Santo são únicas e podem ser observadas por meio das danças, das festas, do artesanato e dos costumes de cada município.  

    O estado do sudeste carrega consigo uma herança importante para o Brasil. Então, na hora de comprar uma passagem para Vitória pesquise bastante para não perder nenhum detalhe dessa viagem incrível.

    Vamos descobrir um pouco dessa cultura capixaba antes de embarcar?

    Congo

    O congo é um ritmo muito tradicional do estado e motivo de orgulho para todos os moradores. A história por trás dele tem referência à época da escravatura, com a devoção aos santos e culto ao mar. 

    Apesar de já existir desde a chegada dos escravos, foi só em 1951 que o congo entrou oficialmente para a agenda das festas culturais. As letras são cantadas em coro, com canções que refletem sobre a nova vida dos africanos no Brasil. 

    Além dele, outros ritmos como ticumbi, marcado pelo som violas e pandeiros, e cantorias em versos e rimas em louvor a São Benedito. Há ainda a Folia de Reis e o Boi Pintadinho, no Carnaval, manifestações culturais tradicionais muito importantes da cultura capixaba. 

    Panela de barro

    Outro ícone do Espírito Santo é a panela de barro, um símbolo legítimo não só do artesanato, mas também da cultura. A origem é indígena, feita em um processo passado de geração para geração há pelo menos 400 anos.  A importância da panela de barro é tanta para a cultura capixaba que sua produção se já é patrimônio tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

    Culinária capixaba

    Não poderíamos falar sobre o Espírito Santo sem citar a culinária vinda da cultura pesqueira e da forte influência indígena. Mas, na verdade, a comida local é um misto de tradições vindas de imigrantes europeus e do período da escravatura.

    Nessa mistura de sabores, foram acrescentados muitos pratos e sabores à cozinha capixaba. Os italianos trouxeram o agnolini, o tortei, a sopa pavese, o risoto e a polenta.

    Já os mineiros e baianos contribuíram com o péla-égua (canjiquinha com costeleta de porco) e o vatapá.

    Os pratos típicos mais famosos do Espírito Santo são:

    - moqueca capixaba;

    - torta capixaba;

    - muma de siri;

    - caranguejada.

    Manifestações folclóricas

    Outro ponto indispensável para entender as riquezas históricas e singulares do estado são as manifestações culturais.

    Assim como a cultura e a culinária que te contamos até aqui, muito foi construído com a população negra e indígena que habitaram a região no passado. 

    Conheça agora as manifestações folclóricas mais importantes da cultura capixaba:

    Alardo: expressão folclórica de louvor a São Sebastião e São João Batista.

    Na manifestação, um grupo se apresenta em terreiro, tanto com roupas comuns quanto vestidos de índios, com saias de palmito, penachos coloridos, colares de contas e adornos nos braços e tornozelos;

    Boi Pintadinho: também conhecido como bumba-meu-boi, é comum que os conjuntos masculinos, comumente usando máscaras.

    Nesse caso, os personagens principais da apresentação são o boi, a mulinha e o puxador de boi;

    Capoeira: dança tipicamente brasileira e que não poderia ficar de fora da cultura capixaba;

    Jongo: uma mistura de dança, canto e percussão de tambores também de origem africana.

    São 12 mulheres, vestindo blusa branca, saia e lenço azul na cabeça e mais 3 homens, que tocam tambores e um reco reco.

    Esse é apenas um gostinho do que você vai encontrar no Espírito Santo. A cultura e tradições são muitas e ficaria difícil contar cada uma delas.

    Por isso, garantimos: sua viagem vai ser inesquecível e você vai voltar para casa com muito conhecimento sobre as particularidades do estado. 

    Leia mais:

    Maués recebe mostra fotográfica que valoriza a cultura local

    Turismo no Amazonas: 10 motivos para conhecer o paraíso na floresta

    Conheça os Pacotes de Viagem que te levam para conhecer o Mundo