Fonte: OpenWeather

    Indústria


    Votorantim cimentos chega ao AM com investimento de R$ 120 milhões

    Com vendas previstas para o inicio de 2019, a companhia pretende vender 300 mil toneladas de cimento por ano na região

    Fábrica de cimento
    Fábrica de cimento | Foto: Arthur Castro

    Manaus Com investimento inicial de R$ 120 milhões para o início das operações a Votorantim Cimentos anunciou, na última semana a chegada na capital para movimentar a construção civil de Manaus.

    Por meio da Cemex, terceira maior produtora de cimento do mundo, o grupo está em expansão na região Norte e pretende vender 300 mil toneladas de cimento por ano.

    O investimento inicial foi aplicado na aquisição das operações de recepção, armazenamento, ensacamento e venda de cimentos na região Norte.

    Com vendas anuais estimadas em um milhão de toneladas e líder no mercado da construção civil no país, a companhia recebeu o aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Nesse primeiro momento serão comercializados na região somente os cimentos cinza e branco com a marca “Poty”. As vendas vão começar, até início de 2019, após a migração entre as marcas.

    Distribuição fluvial

    De acordo com o gerente geral de logística da Votorantim Eduardo Botelho Lotti, a empresa ainda está estudando a logística da região para abastecimento e desenvolvimento para distribuição via fluvial. “Estamos estudando qual o melhor desenho logístico da região em 2019 e incluiremos a navegação de cabotagem na logística para que o fornecimento também seja feito pela fábrica de Laranjeiras (Sergipe), e Primavera (Pará) ”, explicou.

    O setor da construção civil passando por um momento de recuperação, a nova fase e vista como um momento de crescimento e retomada segundo Eduardo Lotti. “A chegada no Amazonas e em Roraima faz parte da estratégia da empresa, de diversificação geográfica e de portfólio uma vez que essa é uma boa oportunidade para atuar em novos mercados”, destacou.

    Fábrica de cimento vai gerar novos investimentos em Manaus
    Fábrica de cimento vai gerar novos investimentos em Manaus | Foto: Michael Dantas/Arquivo em Tempo

    Redução de custos

    Para o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado do Amazonas (Sinduscom-AM), Frank do Carmo, a chegada de uma nova empresa ao Estado é vista de forma positiva para esta nova fase de crescimento. “Essa proposta é importante, nós temos um dos cimentos mais caros do Brasil uma vez que o principal objetivo é reduzir custos, e levar o menor preço para o consumidor”, disse.

    Com o cimento sendo um dos produtos mais vendidos atualmente, o proprietário da loja de materiais de construção Ecivaldo Dias, comemorou a chegada de mais uma opção no Amazonas. “As vendas aumentaram em média 30% nessa época e uma das maiores dificuldades que encontro é a falta de cimento na então única opção da cidade. Vendo de 100 a 150 sacos por dia e com mais uma opção de compra do produto, além de mais barato vou ter maior quantidade para atender a alta demanda”, falou.

    Atualmente, os mercados do Amazonas e de Roraima movimentam aproximadamente 1 milhão de toneladas. A expectativa é alcançar, inicialmente, um volume em torno de 300 mil toneladas a cada 12 meses, fruto da compra do terminal.

    O terminal portuário no Amazonas está localizado na Rua Desembargador César do Rego, bairro Colônia Antônio Aleixo.

    Leia mais:

     Bairro Tarumã é a principal escolha para quem compra imóveis em Manaus

    Brasil e Paraguai construirão duas pontes entre os dois países

    Vídeo: comércio natalino gera novas vagas de emprego em Manaus




    <<<<<<< HEAD ======= >>>>>>> e5a666b371d90e4920345db9572e28a6ed1fabe8