Fonte: OpenWeather

    Economia


    Para atender a demanda da ‘Páscoa’, fabricação de chocolates vai subir 20%

    A estimativa das empresas é de incremento de até 20% na industrialização dos itens – foto: Alexandre Fonseca

    A menos de dois meses para a Páscoa, as fabricantes de ovos de chocolate estão com as atividades em pleno vapor na capital amazonense.

    A estimativa das empresas, que devem atender o mercado local, nacional e até internacional, é de incremento de até 20% na industrialização dos itens pascais em relação ao mesmo período do ano passado.

    De acordo com o gerente de marketing da Bombons Finos da Amazônia, Jorge Silva Júnior, nem mesmo o encarecimento no preço da matéria-prima deverá ‘frear’ os planos da empresa para o período pascal.

    O gerente contou que as primeiras encomendas foram para atender pedidos empresariais de ovos personalizados.

    Jorge Júnior destacou, ainda, que o ‘start’ da produção para a Páscoa da Bombons Finos da Amazônia foi dado no mês passado. Além de se adiantar para atender aos pedidos, segundo o gerente, a empresa prepara novidades para este ano.

    A Oiram também está otimista e aposta em novos produtos para não ‘fazer feio’ durante o período. A projeção da empresa também é de aumento de 20% na fabricação de itens de chocolate em relação ao volume industrializado para a Páscoa do ano passado.

    O proprietário da Oiram, Mário Fogaça garante que os novos produtos da linha de Páscoa da Oiram ‘impulsionarão’ as atividades da empresa durante o período que antecede a Páscoa.