Fonte: OpenWeather

    Comércio


    Vai comprar pisca-pisca para o Natal em Manaus? Veja preços e cuidados

    Em dezembro a população começa a lotar as principais galerias do Centro da cidade. Os pisca-piscas facilmente encontrado nas lojas de vários tipos, preços e tamanhos.

    Os piscas-piscas de led são a tendência para o natal de 2018 | Foto: Ione Moreno

    Manaus - Qualidade e preço baixo são os principais critérios que o consumidor leva em consideração ao comprar os enfeites de Natal no centro de Manaus. A rua Marechal Deodoro, conhecida como “Bate Palminha” já registra uma grade movimentação para o início da época Natalina.

    A população começa a lotar o principal centro comercial de Manaus.
    A população começa a lotar o principal centro comercial de Manaus. | Foto: Ione Moreno

     Lojistas afirmam que a clientela neste início de temporada, está cautelosa na hora das compras. “As pessoas estão pesquisando bastante antes de comprar. Para este ano eu disponibilizei o mínimo de produtos no meu stand para não ter prejuízo”, declarou a vendedora Antônia Farias, 36 anos, que possui um ponto de venda em uma galeria popular.

    "Esses piscas-piscas vendem em qualquer época do ano", declarou Antônia.
    "Esses piscas-piscas vendem em qualquer época do ano", declarou Antônia. | Foto: Ione Moreno

    Tipos e média de preços

    Pisca-pisca colorido simples, lead, fita de lead ou cascata, são os principais tipos, facilmente, encontrados pelas ruas do centro. Os preços variam de acordo com a loja.

    Em média, o pisca simples de nove metros de comprimento, varia entre R$ 8,90 e R$ 20; a faixa de preço do pisca com luzes de lead de até cinco metros fica entre R$ 25 e R$ 40; a fita de lead colorida, com base adesiva, a partir de cinco metros, sai no bolso a R$ 50 nas três lojas em que o EM TEMPO entrou.

    Assim como os tipos, os preços também variam de acordo com a loja.
    Assim como os tipos, os preços também variam de acordo com a loja. | Foto: Ione Moreno

    Tendência para o enfeite das casas neste Natal, o pisca-pisca em formato de cascata, de cinco a seis metros de comprimento, varia entre R$ 45 a R$ 50.

    O gerente de uma loja de atacados, situada na região do “Bate Palminha”, Genival Vieira, explicou que os preços dessas cascatas podem aumentar.“Depende da quantidade de lâmpadas que a cascata tem. Temos uma grande com mais de 500 lâmpadas que custa R$ 85, na mesma medida que das demais”, pontuou.

    Pesquisar para comprar

    A aposentada Luzia Santos, 78 anos, ressaltou que antes de comprar ela passou em três lojas até encontrar um ornamento mais barato. “Além do preço eu procuro inovação. Esse ano estou encontrando bem mais variedades do que em 2017. Por isso, para economizar, eu procuro um bonito só quem em conta”, argumentou.

    "Eu pesquiso bem antes de comprar", disse Lucas.
    "Eu pesquiso bem antes de comprar", disse Lucas. | Foto: Ione Moreno

    Por sua vez, o estudante do ensino médio, Lucas de Souza, 18 anos, adquiriu um pisca-pisca simples ao preço de R$ 20, em um camelô. “Esse mesmo tipo de pisca-pisca, eu encontrei em outros lugares ao preço de R$ 22 a R$ 25. Aqui encontrei o mais barato e por isso estou levando”, ponderou o jovem.

    Atençao a conta de luz

    Na época natalina o consumo de energia aumenta, em virtude das ornamentações para a época do ano. O engenheiro elétrico da Eletrobrás Distribuição Amazonas, Benjamim Cordeiro, alerta para o consumo consciente de energia, bem como os curtos circuitos em decorrência de vários utensílios ligados em um único ponto de energia, como as extensões elétricas.  

    “É preciso ficar alerta na questão de segurança. A árvore de natal não deve ficar ligada durante a noite. Esses piscas-piscas são fabricados para durar apenas uma única temporada. Com o passar do tempo o material começa a deteriorar e com isso ocasionar acidentes domésticos”, exemplificou.

    "Para o fim de ano tem quer entender que o consumo vai aumentar, basta ser consciente", declarou Benjamin.
    "Para o fim de ano tem quer entender que o consumo vai aumentar, basta ser consciente", declarou Benjamin. | Foto: Divulgação/Eletrobrás

    O engenheiro alerta também para o uso de extensões elétricas. “Outro ponto importante é não ligar vários utensílios em um único ponto. Essas extensões são feitas para aguentar até 100 quilowatts (Kw). Quando isso é ultrapassado, ele começa a esquentar, e pode ocasionar um curto circuito e, consequentemente, um incêndio. Para esta época sugiro o uso conscientes da energia elétrica”, pontuou. 

    Confira a reportagem da TV Em Tempo que aborda o assunto:

    Confira a reportagem | Autor: TV Em Tempo

    Leia mais:

    Vídeo: Comércio em Manaus aquece para as compras de Natal

    Papai Noel chega ao Uai Shopping São José, com campanha e sorteios

    Encomenda de ceia é opção para quem não quer ter trabalho no Natal