Fonte: OpenWeather

    Reforma da Previdência


    Vídeo: entenda regras de transição propostas pela nova Previdência

    Os mais preocupados com a reforma são aqueles contribuintes que estão perto de se aposentar

    Veja a reportagem | Autor: Alex Costa/TV Em Tempo

    Manaus - A pesquisa divulgada pelo Instituto de Pesquisas Econômicas, Sociais e Políticas (Ipesp), no último fim de semana, mostra que 56% dos cidadãos brasileiros são favoráveis às mudanças. Desses, 26% concordam totalmente com a reforma. Os demais 30% são a favor mesmo sem concordar totalmente com a reforma proposta pelo governo.

    Os mais preocupados são aqueles contribuintes que estão perto de se aposentar, e que devem ser incluídos na chamada regra de transição.

    Regras

    A idade mínima para que trabalhadores do setor privado segurados pelo INSS possam pedir a aposentadoria será de 65 anos para homens e de 62 para mulheres. A cada seis meses, a partir da aprovação da reforma, as idades mínimas subirão até a meta ser atingida.

    Para aqueles que estão muito próximos de se aposentar por tempo de serviço, as regras atuais poderão ser usadas, ou seja: 35 anos de contribuição para homens e 30 para mulheres. Nesse caso, será preciso pagar um "pedágio" de 50% do tempo restante para a aposentadoria.

    Por exemplo: se o trabalhador estiver a um ano de se aposentar, será necessário trabalhar mais seis meses como "pedágio". Se estiver a dois anos, precisará trabalhar mais um.

    Se o trabalhador escolher se aposentar pelo sistema de pontos, sua idade será somada ao tempo de contribuição. A pontuação atual é de 86 para mulheres e, para os homens, 96. 

    Para ter direito ao teto da aposentadoria do INSS - hoje fixado em R$ 5.839 - será preciso contar 40 anos de contribuição. A regra valerá para trabalhadores da iniciativa privada e do serviço público.

    Exceções

    Policiais terão idade mínima de 55 anos para homens e mulheres, e contribuição mínima de 30 anos para homens e 25 para mulheres. Para seguir essas regras, homens terão de atuar por ao menos 20 anos na função e mulheres, por 15.

    Já os trabalhadores rurais terão de contribuir por pelo menos 20 anos, mas a idade mínima será de 60 para homens e mulheres.

    Veja a reportagem completa da TV Em Tempo:

    Veja a reportagem | Autor: Alex Costa/TV Em Tempo
     

    Leia mais:

    Receba as principais notícias do Portal Em Tempo direto no Whatsapp. Clique aqui!

    Câmara rejeita, por 331 votos, tirar de pauta reforma da Previdência

    Maia quer aprovar texto-base da Previdência até quarta-feira (10)

    Assista mais vídeos da TV Em Tempo