Fonte: OpenWeather

    Emprego


    Com foco nas pessoas, Setrab supera metas em apenas 7 meses

    De janeiro a julho, a pasta captou e divulgou 5.341 vagas de emprego, fruto de parcerias com empresas e entidades no Amazonas

    A emissão de carteira de trabalho aumentou em 50% em comparação a 2018
    A emissão de carteira de trabalho aumentou em 50% em comparação a 2018 | Foto: Divulgação

    Manaus - O Amazonas está demostrando avanços em todas as áreas de atuação da Secretaria de Estado do Trabalho (Setrab). Conforme um levantamento feito na pasta, os sete primeiros meses da Setrab em 2019 já superam todo ano de 2018. Além do Estado dar indícios de recuperação de postos de trabalho, de janeiro a junho deste ano, a Secretaria ampliou o atendimento na capital, promovendo qualificação, emprego e a geração de renda para os cidadãos e levou serviços voltados ao mercado de trabalho e ao empreendedorismo para o interior do Estado do Amazonas.

    De acordo com o levantamento, de janeiro a julho, a pasta, por meio do Sistema Nacional de Emprego (Sine-AM), captou e divulgou 5.341 vagas de emprego, fruto de parcerias com empresas e entidades no Amazonas. O número representa crescimento de 92% se comparado ao mesmo período do ano passado. Com o aumento de oportunidades, o Amazonas conquistou, entre todos os estados brasileiros, o 4º lugar no ranking de geração de emprego, segundo setores econômicos, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).  

    Com as oportunidades abertas, a Setrab encaminhou 8.377 candidatos para concorrer a diversas vagas dos setores da indústria, serviços, comércio e construção civil, principais segmentos que geram trabalho no Estado. O total de encaminhamentos contabilizou 69% de aumento, em relação ao ano anterior. 

    Este ano a Setrab encaminhou 8.377 candidatos para concorrer a diversas vagas, 69% a mais que no mesmo período do ano passado
    Este ano a Setrab encaminhou 8.377 candidatos para concorrer a diversas vagas, 69% a mais que no mesmo período do ano passado | Foto:

    Os resultados de janeiro a julho de 2019 superaram positivamente os números de 2018. Nos sete meses deste ano, cerca de 2.111 pessoas foram empregadas só por meio do Sine-AM, mais que o total do ano de 2018, que empregou apenas 2.089 pessoas. Tal crescimento mostra um cenário otimista para o Estado do Amazonas, segundo a secretária da Setrab, Neila Azrak. Ela afirma que as oportunidades poderão aumentar mais ainda no fim do ano por causa das datas comemorativas e o aumento das demandas. 

    “Quando se fala em pessoas que conseguiram emprego através do Sine-AM o resultado nos emociona, porque vemos as pessoas todos os dias, bem cedo, atrás de trabalho, procurando o sustento de sua família. Isso nos faz querer contribuir mais, e continuar conquistando a confiança dos empresários. Todos os nossos resultados são em benefício do cidadão. Já ultrapassamos as metas do ano passado e o cenário é animador para quem continuar procurando emprego”, disse Neila Azrak. 

    A Setrab priorizou a capacitação dos candidatos, em parceria com associações e institutos de educação. Cursos de treinamento básico operacional e agente de portaria foram uns principais a serem oferecidos para a população, dando oportunidade para se adequarem às demandas de oferta de emprego das empresas.

    Com o mesmo empenho, a secretaria oportunizou vagas de emprego para jovens sem experiência, viabilizando a sua inserção no mercado de trabalho. Um exemplo dessa conquista é o da Izabella Castro, de 20 anos, que estava procurando emprego há mais de um ano. Ela tem vários cursos na área administrativa, um bom currículo, mas não tinha experiência de trabalho. Hoje, por causa de uma oportunidade sem tantas exigências divulgada pela Setrab, a jovem trabalha como operadora de telemarketing em uma entidade.

    “Consegui o meu primeiro emprego e estou muito feliz. Gratidão eterna às pessoas que dão prioridade a primeiro emprego, até porque pra ter experiência é preciso dar oportunidade de desenvolver o profissional. Quem hoje é experiente algum foi iniciante”, disse a jovem.

    Outro aumento muito positivo foi em relação ao número de emissões de 1ª e 2ª vias de Carteiras de Trabalho. Houve cerca de 8.333 emissões a mais nos sete meses de 2019 do que no mesmo período do ano passado, representando acréscimo de 50%. 

    Com relação a quantidade de pessoas atendidas pelo Sine Amazonas, o crescimento foi de 25%. Passando de 89.397 pessoas atendidas em 2018 para 111.374 em 2019. Já o número de cadastrados no banco de dados do Sine totaliza 17.186 neste ano, mais que em 2018, que cadastrou somente 14.670 pessoas.

    Sem perder de vista o compromisso com o desenvolvimento do Programa do Artesanato Amazonense e o Programa de Desenvolvimento da Economia Solidária, a Setrab atendeu, aproximadamente, 6.690 artesãos e empreendimentos, bem mais do que no ano passado, que atendeu apenas 388. Os serviços oferecidos são de cadastro, emissão, renovação e entrega de carteira, participação e realização de feiras e visitas técnicas no Estado, no país e no exterior.

    A Setrab também passou a buscar, nesse período, a implantação de um laboratório artesanal no Amazonas, a fim de qualificar os artesãos e incentivar outras pessoas ao aprendizado da profissão. O projeto está em andamento e pretende desenvolver o trabalho manual a partir da matéria-prima da região e promover o empreendedorismo no Estado. 

    A Setrab priorizou a capacitação dos candidatos, em parceria com associações e institutos de educação
    A Setrab priorizou a capacitação dos candidatos, em parceria com associações e institutos de educação | Foto: Divulgação

    Outras iniciativas

    A Secretaria de Estado do Trabalho desenvolveu planos de trabalho, realizou ajustes administrativos, e principalmente estabeleceu diversas parcerias com outras secretarias de Estado, entidades civis organizadas, autoridades políticas e empresas privadas, sempre focada nas pessoas e no fomento do trabalho no Estado. 

    Mais de 30 ações sociais itinerantes foram realizadas na capital e no interior do Amazonas, levando os serviços da secretaria. Muitas ações ocorreram em parceria com prefeitos, deputados e vereadores de diversos municípios. 

    A Secretaria de Estado do Trabalho ampliou seus serviços para o interior do Amazonas, realizando a abertura de um posto do Sine-AM em Presidente Figueiredo e reabertura de outro no município de Itacoatiara, a fim de garantir oportunidade, emprego, trabalho e renda para a população do Estado. 

    Mais que metas alcançadas

    Superar em apenas 7 meses, em captação de emprego, intermediação e colocação de trabalhador no mercado de trabalho no Amazonas, todos os números atingidos no ano de 2018 pode ser uma marca significativa no alcance de resultados, no planejamento estratégico da Secretaria de Estado do Trabalho. Mas não se trata apenas de números que se tornam frios na estatística, mas de resultados que transformam vidas e reconstrói a dignidade do cidadão do Amazonas.

    A proposta da secretária Neila Azrak vai, na ousadia de bem fazer, muito além do que os olhos podem ver e remete a aplicação de todos os esforços humanos de uma equipe que montou e cada centavo do orçamento que recebeu, para fomentar o emprego e atender, na eficácia de gestão moderna e comprometida com as orientações do governador Wilson Lima as alternativas e oportunidades de trabalho, buscando vagas nas parcerias produtivas, na força do conhecimento que é a identidade do trabalhador tanto quanto a Carteira Profissional e a promoção do empreendedorismo.

    A secretária da Setrab, Neila Azrak afirma que as oportunidades devem aumentar até o fim do ano
    A secretária da Setrab, Neila Azrak afirma que as oportunidades devem aumentar até o fim do ano | Foto: Divulgação

    A secretária Neila Azkak, que é vice-presidente do Fórum Nacional de Secretarias Estaduais do Trabalho (Fonset) representando toda a região norte, sabe que a busca do trabalhador é o emprego, é o sonho da comida na mesa e dinheiro no bolso, e neste sentido multiplicou a capacidade produtiva da Setrab numa verdadeira transformação de gestão em relação ao passado, e os números alcançados são a lógica deste trabalho. 

    “Para a efetivação de um resultado tão significativo em tão curto espaço de tempo, só foi possível, com o empenho de uma equipe bastante técnica e muito focada no trabalhador. E é dessa forma que construímos a cidadania plena porque o emprego eleva a autoestima e fomenta atividades coletivas, o respeito humano, as relações pessoais e, no plano social, age como um indutor de comportamento do bem, chegando até mesmo a influir na diminuição da violência” disse a secretária Neila Azrak.

    *Com informações da assessoria