Fonte: OpenWeather

    Franchising


    Feira de franquias em Manaus espera movimentar R$ 10 milhões

    Segmento de franquias no Amazonas faturou mais de R$ 432 milhões no segundo trimestre de 2019

    A Franchise4U vai promover reuniões entre investidores amazonenses e franqueadores nacionais nesta quinta-feira (10) | Foto: Reprodução/Franchise4U

    Manaus - O mercado de franquias no Amazonas rendeu no segundo trimestre deste ano - de abril a junho -, cerca de R$ 432 milhões, uma alta de 8% em relação ao mesmo período de 2018. Diante desse resultado, Manaus vai receber pela primeira vez, uma das maiores feiras do mercado de franquias do país, a Franchise4U. O evento que estima fechar até R$ 10 milhões em investimentos, será realizado, nesta quinta-feira (10), no Hotel Quality, no bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul

    A feira Franchise4U já conta com mais de 1 mil reuniões agendadas com os mais de 60 franqueadores nacionais que estarão presentes para negociar com os investidores manauaras. “O Norte é extremamente favorável a várias marcas que gostariam de estar presentes na região, por isso trouxemos a feira a Manaus. Associada à relevância econômica do Amazonas, resolvemos incorporar a cidade no calendário de 2019 e já temos edição confirmada para 2020”, afirmou o diretor executivo da Franchise4U, Ricardo Branco.

    Ricardo disse que a Franchise4U é uma feira de baixo custo que reúne investidor e expositor num ambiente de mesas de reunião. “Levamos a marca até o investidor interessado, sem nenhum custo para o possível franqueado. Dessa forma, ele não precisa se deslocar aos grandes centros para conhecer as marcas interessadas em expansão”, disse.

    Uma das marcas presentes na Franchise4U será a Ortobom, a maior franqueadora de colchões do mundo e a maior fabricante de colchões da América Latina. A Ortobom está presente há três anos no Amazonas, com uma fábrica e 23 lojas no Estado. Até o final de 2019, a empresa espera aumento de 8,7% em faturamento e a abertura de 200 novas unidades.

    No Amazonas

    Franchising no Amazonas faturou R$432 milhões no segundo trimestre de 2019
    Franchising no Amazonas faturou R$432 milhões no segundo trimestre de 2019 | Foto: Reprodução/Franchise4U

    De acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), o Amazonas possui atualmente 299 redes e 914 unidades de franquia, com destaque para o segmento de alimentação, que representa 27% do total de franqueadas (247 unidades). Saúde, beleza e bem-estar tem 21,2% na participação por segmento (194 unidades) e moda, 14,9% (136 unidades).

    No contexto regional, o Norte do Brasil faturou R$ 2,2 bilhões no segundo trimestre deste ano. O Amazonas representa 19,2% do total deste faturamento. Diante desses números, o Estado detém hoje 19,8% das unidades de franquia da região.

    Porque investir

    Vantagem de investir em franquia é que já traz um modelo de negócios testado e validado
    Vantagem de investir em franquia é que já traz um modelo de negócios testado e validado | Foto: Divulgação

    gundo o analista técnico do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Amazonas (Sebrae-AM), Daniel Azevedo, a principal vantagem de abrir uma franquia é que o empreendedor pega um modelo de negócios já pronto. “O modelo está desenvolvido, com o know-how e uma marca consolidada”, explica.

    Daniel acrescenta que o investidor precisa se identificar com o segmento escolhido, fazer sondagens de mercado e, de preferência, se qualificar para assumir o negócio. “Apesar de ser um modelo já validado e testado, é preciso ter competências para fazer a gestão dele”, diz o analista. Outro erro, afirma Daniel, é o investidor não se certificar que tem o capital suficiente para começar o negócio, o que resulta em problemas no fluxo de caixa no início do empreendimento.

    O analista também recomenda cautela antes de fechar diz que é preciso se identificar com o setor de franquias, já que a autonomia do investidor não é a mesma de um modelo de negócios próprios. “O investidor precisa ir pelas decisões da rede, seja na parte da gestão, na inserção de novos produtos ou mesmo no marketing da empresa”, esclarece.