Fonte: OpenWeather

    Barco-lanche


    Amazonense dribla o desemprego e transforma carro de lanche em barco

    Criação é do autônomo Josimar Rubem que transformou o 'barco-lanche' em atração turística em Beruri

    O empresário mudou de vida após inovar no AM | Foto: Reprodução

    Manaus - A criatividade pode mudar a realidade de alguém que está desempregado. O amazonense Josimar Rubem, de 39 anos, sabe bem o que é ter que sair do comum e inovar para sustentar a família. Em 2015, o empresário transformou o lanche em atração turística no município de Beruri, distante 173 quilômetros da capital e com cerca de 19.679 habitantes, segundo senso do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2019. 

    Josimar é pai de três meninas, com idades entre dois e dez anos. Antes de vender lanches nas ruas do município, já trabalhou como vendedor de roupas e eletroeletrônicos. A mudança de vida foi por um motivo apenas, sair do emprego para cuidar das três filhas. 

    O empresário viu a oportunidade de mudar de vida
    O empresário viu a oportunidade de mudar de vida | Foto: Arquivo Pessoal

    As escolas e oficinas eram os alvos do vendedor, que buscava ser o dono do próprio negócio e ter tempo para a família. O pai solteiro, virou empresário e conseguiu reverter sua situação financeira depois de anos desempregado. Com a ajuda de terceiros, construiu o lanche no formato de um barco e pequenos carros-lanche como “barcos de merenda” para serem vendidos transitando pela cidade. O espaço de venda chamado Ebenézer significa "Até aqui nos ajudou o Senhor". 

    O local virou atração turística na cidade
    O local virou atração turística na cidade | Foto: Arquivo Pessoal

    “Eu sempre gostei de barco. Tive a ideia para atrair os clientes. Eu tinha que cuidar das minhas filhas e comecei a vender merenda em frente às escolas com um carrinho de lanche. O objetivo era transformar o carrinho em um barco. Fiz um protótipo de papelão, mostrei para os meus irmãos e lancei o primeiro em 2015. Muitas pessoas riam de mim, mas hoje elas vêm e me dão os parabéns”, relata orgulhoso do trabalho.

    A casa construída no formato de um barco, localizada na rua Costa Silva, próximo ao Canaã, tornou-se uma verdadeira atração turística na região. Josimar conta que o salgado mais vendido é o "jacaré", também conhecido como "joelho", uma espécie de massa com recheio de queijo e presunto. 

    O lanche em formato de barco, mas fora dos rios, foi inaugurado em novembro de 2019. Os frequentadores do espaço apreciam por conta da inovação e criatividade do empresário. "Sempre há disputa de um lugar no segundo andar para apreciar a vista, é incrível como chama a atenção dos clientes", relatou.

    O empresário iniciou com os barcos de venda de merenda
    O empresário iniciou com os barcos de venda de merenda | Foto: Arquivo Pessoal

    "Muitos me criticavam e acharam uma ideia louca, mas precisava mudar de vida. Deus me ajudou e sempre me mostrou o que fazer. O meu trabalho é digno e vai sustentar a minha família, os meus tesouros Josiele, Juliane e Larine. Eu estou feliz pelo que conquistei até aqui", enfatizou o amazonense.

    Por trás da realização pessoal, ser o dono do próprio negócio faz de Josimar um dos milhares de empreendedores no Brasil que têm iniciativas incríveis e inspiram outras pessoas. Muitos dos clientes e amigos que têm acesso às redes sociais de Josimar elogiam a iniciativa e a coragem de fazer o que ninguém havia feito antes. Porém há também quem desacreditou que o negócio daria certo.

    "Muitas pessoas falaram que não iria funcionar, não daria certo, mas eu não podia desistir. Tinha em mente que as minhas filhas precisam de mim. Isso entristece qualquer ser humano, mas eu não posso me abalar. Sei que Deus me dá forças todos os dias. Eu hoje posso dizer que venci na vida, sou dono do meu negócio e daqui sustento minha casa", finalizou.