DECRETO GOVERNAMENTAL


Produção de motocicletas de até 450 cilindradas no PIM ganha incentivo

Abraciclo vê estímulo do Governo do Amazonas com nova perspectiva de crescimento do Polo de Duas Rodas

Polo de duas rodas vem de uma série de crescimento na produção e nas vendas | Foto: Leonardo Mota

Manaus - O segmento de motocicletas de até 450 cilindradas do Polo Industrial de Manaus (PIM), ganha um novo estímulo com a edição de Decreto do Governo do Estado que estabelece diferimento no recolhimento de imposto nas operações de saída de mercadoria. A determinação representa um ganho no processo de produção dos fabricantes do PIM.

O titular da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), Jório Veiga, disse ontem (6), em reunião com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), que a medida é mais uma iniciativa do governo para fortalecer um setor que é essencial para o PIM, por gerar empregos e renda, e por implementar processos de industrialização de excelência, comparável a de outros grandes centros de produção no mundo, em toda a cadeia de operações.

O Decreto Estadual número 41.677, que alterou o de nº 30.918/2011, elaborado pelas Secretarias de Estado de Fazenda (Sefaz-AM) e de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), destina-se somente a produção de ciclomotores, motonetas, triciclos, quadriciclos, motocicletas de até 450 cilindradas.

Para o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, o novo estímulo ao segmento de 450 cilindradas abre nova perspectiva de crescimento no Polo de Duas Rodas. “É o fôlego que os fabricantes precisavam para expandir a produção no estado”.


*Com informações da assessoria