Gasolina


Preço do combustível é pauta em audiência pública na ALE-AM

Deputados se manifestaram e apresentaram propostas para solucionar o problema

Preço da gasolina aumentam devido aos impostos. | Foto: Leonardo Mota

Manaus - A Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM) realizou nesta quarta-feira (19) uma audiência pública para discutir com manifestantes, representantes de caminhoneiros, motoristas de aplicativo e sociedade civil a redução de preço dos combustíveis no Amazonas, por meio da diminuição do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS ).

Em janeiro a Petrobras informou a redução do preço médio da gasolina e do diesel nas refinarias em 1,5% e 4,1%, com execução a partir do dia 24 do mesmo mês. Ainda no mês passado os motoristas de aplicativos realizaram manifestação em frente a ALE-AM, contra o preço do combustível, porém ainda nada tinha md

Durante a reunião, foi apresentado pelo deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) um levantamento em que releva que sem tributos, o preço da gasolina cairia de R$ 4,79 para R$ 2,68. Segundo o parlamentar, somente os tributos cobrados pelos governos estaduais (29% de ICMS) e governo federal (15% de CID e o PIS/Cofins) representam 44% do valor final do litro da gasolina.

O vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo, Lubrificantes, Alcoois e Gás Natural do Estado do Amazonas (Sindicombustíveis – AM), Geraldo Dantas, declarou ser a favor da redução dos impostos em cima da gasolina e espera que os deputados estaduais possam propor uma lei que diminua os impostos. “É necessário revermos a carga tributária do produto final".

O vereador Álvaro Campelo (Progressistas) afirmou ter feito uma indicação ao Estado para reduzir de 2% a 8% ao ano o ICMS no Amazonas, mas ainda não obteve retorno do governador Wilson Lima.

Para o motorista por aplicativo Kelvin Dinelli o alto custo do combustível impacta no lucro do mês. “O governo cobra um custo de ICMS altíssimo, o que faz com que a gente fique prejudicado no final do mês, em alguns casos eu gasto mais da metade da minha renda com gasolina, para mim o governo deveria rever os impostos em cima do produto para beneficiar todos os brasileiros.

Atualmente a gasolina varia de R$ 4,45 a R$ 4,73 nos postos de combustíveis em Manaus.