Fonte: OpenWeather

    EVOLUÇÃO


    Gás natural já é usado em mais de mil unidades consumidoras no AM

    A estimativa da Cigás é que até dezembro de 2020, mais de 894 unidades habitacionais sejam atendidas

    Para os próximos quatro anos, a Companhia estima levar o gás natural para os bairros Chapada, Dom Pedro, Conjunto Mosaico, Centro, Conjunto Morada do Sol, avenidas Torquato Tapajós entre outros
    Para os próximos quatro anos, a Companhia estima levar o gás natural para os bairros Chapada, Dom Pedro, Conjunto Mosaico, Centro, Conjunto Morada do Sol, avenidas Torquato Tapajós entre outros | Foto: Cigás

    Manaus - Mais de 1 mil unidades consumidoras do Amazonas já usam o gás natural canalizado. O marco foi alcançado no último dia 14 de fevereiro, quando a Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) interligou à rede de distribuição o Residencial Príncipe de Gales, no bairro Adrianópolis, onde 96 unidades habitacionais foram atendidas. Até dezembro de 2020, a Cigás estima atender mais 894 unidades, totalizando 2.302.

    Realidade desde 2018, a presença do gás natural em residências da capital amazonense está em ritmo acelerado de ampliação. Isso porque o gasoduto chegou a regiões de alta densidade habitacional, como é o caso dos bairros de Adrianópolis, Nossa Senhora das Graças e Parque Dez de Novembro. Com obras adiantadas, o Parque das Laranjeiras e a Ponta Negra serão os próximos beneficiados com o combustível.

    Essas ampliações também beneficiaram o segmento comercial, que já contabiliza 237 unidades consumidoras atendidas, entre elas restaurantes, bares, hotéis, supermercados, lavanderias e academias. Quatro shoppings de Manaus contam com o gás natural nos restaurantes das praças de alimentação, além de outros serviços. Até janeiro, a rede contava com 132 quilômetros de extensão em Manaus.

    A campanha “Faça a Conta. Use GNV!” chegou a 188 beneficiados em março e, somando com a fila de agendamentos, atingiu o número limite de benefícios, que é de 250 veículos, conforme regulamento da campanha
    A campanha “Faça a Conta. Use GNV!” chegou a 188 beneficiados em março e, somando com a fila de agendamentos, atingiu o número limite de benefícios, que é de 250 veículos, conforme regulamento da campanha | Foto: Cigás

    De acordo com o diretor-presidente da Cigás, René Levy Aguiar, a estimativa é que 2020 seja um ano de mais rede de gás natural nas ruas e novos clientes interligados. “A Companhia projetou um investimento de mais de R$ 110 milhões em obras nos próximos quatro anos para ampliarmos em mais que o dobro a nossa rede e chegar a mais de 17 mil unidades consumidoras”, declarou.

    Para os próximos quatro anos, a Companhia estima levar o gás natural para os bairros Chapada, Dom Pedro, Conjunto Mosaico, Centro, Conjunto Morada do Sol, avenidas Torquato Tapajós, Boulevard Álvaro Maia, Autaz Mirim, Rua dos Franceses, Max Teixeira e Residencial Eliza Miranda, no Distrito Industrial, além de ampliações em novas áreas dos bairros Parque Dez de Novembro e Distrito Industrial II.

    Quatro shoppings de Manaus contam com o gás natural nos restaurantes das praças de alimentação, além de outros serviços
    Quatro shoppings de Manaus contam com o gás natural nos restaurantes das praças de alimentação, além de outros serviços | Foto: Cigás

    Campanha GNV 

    A campanha “Faça a Conta. Use GNV!” chegou a 188 beneficiados em março e, somando com a fila de agendamentos, atingiu o número limite de benefícios, que é de 250 veículos, conforme regulamento da campanha. Nesta ação, o incentivo foi de R$ 4 mil para motoristas que calcularam, converteram e regularizaram os seus veículos para o uso do GNV, o combustível mais econômico do Amazonas.

    Esta foi apenas a segunda campanha de incentivo ao GNV promovida pela Cigás, que já planeja novas ações voltadas a este segmento.