Fonte: OpenWeather

    COVID-19


    Yamaha paralisa produção no Polo Industrial de Manaus

    Empresa segue recomendações das autoridades sanitárias do país por conta do coronavírus

    Yamaha suspenderá suas atividades fabris pelo período de 31 de março à 19 de abril | Foto: ARQUIVO EM TEMPO

    Manaus - Em atendimento às recomendações das autoridades sanitárias do país, a Yamaha Motor do Brasil e as demais empresas que fazem parte do Grupo Yamaha, adotaram nas últimas semanas algumas medidas para garantir o bem-estar e saúde dos funcionários. Reuniões internas e com fornecedores passaram a ser realizadas por videoconferências, viagens pelo país e no exterior foram proibidas, todos os eventos e ações internas e externas foram canceladas e, na semana passada, adotou-se o trabalho remoto para os funcionários dos escritórios cujo modelo podia ser aplicado.

    E agora, no esforço de contenção à Pandemia do COVID-19, a Yamaha suspenderá suas atividades fabris pelo período de 31 de março à 19 de abril, regressando às atividades no dia 20 de abril de 2020. 

    Áreas técnicas, como por exemplo: fundição e logística, trabalharão em regime excepcional de plantão. Nesses casos a empresa seguirá oferecendo a seus colaboradores todas as proteções individuais necessárias em salvaguarda para evitar o contágio.

    O esclarecimento é do Diretor de Relações Institucionais da Yamaha no Brasil, Hilário Kobayashi.

    Conforme informações da Assessoria, amanhã (25) a empresa terá uma reunião deliberativa do como isso irá ser feito.

    Saiba Mais

    Nesta terça-feira (24) a Honda também suspendeu as atividades no Polo Industrial de Manaus (PIM)

    *Com informações da Assessoria