Fonte: OpenWeather

    EFEITO PANDEMIA


    Honda e Yamaha prorrogam período de suspensão das atividades no PIM

    Com essa medida, a data prevista para a retomada da produção é 4 de maio

    Honda Fábrica Distrito Linha de Produção 2019 | Foto: Ione Moreno

    Manaus - As duas grandes marcas do polo de duas rodas do Polo Industrial de Manaus (PIM), a Moto Honda da Amazônia e a Yamaha, anunciaram a prorrogação da suspensão das suas atividades produtivas devido ao impacto da pandemia da Covid-19. Enquanto a honda transferiu a retomada da produção para o dia 4 de maio, a Yamaha marcou a volta para 30 de abril. 

    A cidade de Manaus, que abriga a unidade fabril de motocicletas da Honda, vem sendo afetada pela crescente disseminação do novo coronavírus, com reflexos no sistema de saúde local. Por esse motivo, a empresa optou por prorrogar a medida de suspensão da produção. O intuito é preservar a saúde e segurança das pessoas. 

    Os colaboradores retornam das férias coletivas no dia 20 de abril. As horas não trabalhadas entre essa data e o dia 3 de maio serão acumuladas em um banco de horas e compensadas posteriormente. 

    A empresa mantém parte do grupo que desempenha atividades administrativas em regime de Home Office e um contingente mínimo na unidade para realização das atividades imprescindíveis, que não podem ser realizadas a distância. Nesse caso, são adotadas as medidas de prevenção recomendadas pelas autoridades de saúde. 

    A Moto Honda seguirá acompanhando o cenário, bem como as orientações governamentais, unindo-se aos esforços coletivos para conter os avanços da covid-19. Dessa forma, contribui para que as condições de vida das pessoas e da indústria de motocicletas retornem com êxito à normalidade no menor tempo possível.

    Yamaha também prorroga

    Em atendimento às medidas de isolamento social em todo o País, em virtude da pandemia da Covid-19, a Yamaha Motor da Amazônia prorrogará o período de suspensão de suas atividades até o dia 29 de abril, regressando no dia 30 de abril.

    Novas medidas, quando definidas, serão informadas oportunamente.

    *Com informações da Assessoria