Fonte: OpenWeather

    Crescimento mundial


    Mercado de games cresce 80% durante isolamento social

    Consumo de games no Amazonas teve salto durante isolamento social

    O consumo de games, que já movimentava quantias bilionárias no mercado ano após ano, vem se tornando um dos ramos de entretenimento mais rentáveis | Foto: ARQUIVO EM TEMPO

    Manaus - O período de quarentena vem sendo marcado por uma crise econômica generalizada em vários países, inclusive no Brasil, que tem afetado as mais diversas indústrias. Porém, o mercado de games foi um dos únicos impactados positivamente em meio ao caos provocado pelo Coronavírus.

    As possibilidades de distração durante a quarentena diminuíram, por isso muitas pessoas precisaram se abrir para novas possibilidades ou se dedicar ainda mais em atividades que já eram praticadas, como os jogos. O Brasil é o 13° que mais colabora com o mercado de games, chegando a movimentar 1,5 bilhões de dólares por ano.

    Com a população em casa, o mundo dos games ganhou destaque, países como China, Itália, Japão e Coreia do Sul, tiveram um significativo aumento no consumo de  aplicativos móveis de games. De acordo com a ‘App Annie’, empresa que analisa o mercado mobile, em fevereiro de 2020, a China possuiu uma média semanal de 63 milhões de downloads de games, fazendo com o movimento fosse 80% maior que a média total de 2019. 

    No Brasil o crescimento foi tanto que ajudou a alavancar as pequenas empresas do mercado tecnológico
    No Brasil o crescimento foi tanto que ajudou a alavancar as pequenas empresas do mercado tecnológico | Foto: Arquivo Pessoal

    Já no Brasil, o crescimento foi tanto que ajudou a alavancar as pequenas empresas do mercado tecnológico, aproximadamente 96,8% das pequenas empresas atingiram um faturamento de 3,6 milhões durante a pandemia. Frente aos dados, o mercado dos jogos não sairá prejudicado da pandemia, para a Microsoft, por exemplo, o período fez com que a empresa retomasse o topo da produção nacional de jogos, como destacou o representante da empresa, Abel Magalhães. 

    “A Microsoft teve um crescimento significativo de 10% durante o isolamento, o aumento está diretamente ligado as vendas do Xbox One que foi lançado no fim de 2019 e se tornou o carro chefe da empresa. A empresa também teve um crescimento de 14% no consumo de aplicativos de jogos e 4% em jogos virtuais, liderando a produção do país na supremacia tecnológica”, destacou. 

    Para Magalhães, a expectativa para os próximos meses é que o ramo de games continue crescendo, devido ao grande alcance que a quarentena trouxe.

    “Com o aumento no tempo livre, muitas pessoas que não gostavam de games se tornaram adeptas, a Microsoft tem grandes lançamentos previstos para o fim do ano que vai atender ao novo público. Acreditamos que o mercado de games crescerá ainda mais no pós-pandemia”, analisou o representante. 

    A Nintendo também identificou grandes vendas dos jogos durante o isolamento. Apesar de não divulgarem números trimestrais, a empresa informou que as vendas totais chegaram a 1,3 bilhão de ienes (moeda japonesa) , totalizando um crescimento de 9,0% em relação a 2019.

    Já a empresa Sony, informou que por questões de privacidade não divulga números de crescimento ou queda.

    Produção local 

    Os games caíram no gosto popular e as empresas estão otimistas para as vendas no decorrer do ano
    Os games caíram no gosto popular e as empresas estão otimistas para as vendas no decorrer do ano | Foto: Reprodução

    O mercado de games tem se expandindo a cada ano. Com o crescimento expressivo no consumo de jogos durante o isolamento, a previsão que o mundo tecnológico alcance ainda mais espaço nos próximos anos. O ramo tem ganhado destaque na produção amazonense que também identificou crescimento da produção e consumo dos jogos durante o período atípico. 

    Foi o caso da startup amazonense de desenvolvimento de jogos, Ludic Studios, que identificou o aumento de 82% nas vendas do jogo de ação “Akane”, que está disponível em lojas de games on-line. Segundo o produtor da empresa, Joel Hamon, o sucesso das vendas é uma possibilidade de movimentar as pequenas empresas de games no Amazonas.

    “O crescimento veio devido à procura das pessoas por jogos mais baratos, mesmo que estejam em casa, as pessoas buscam jogos com custo benefício alto e foi por meio nesse mecanismo que conseguimos um crescimento positivo. Acredito que o aumento também é benéfico para outras startups do mercado de games e quem sabe por dele teremos uma visibilidade maior para o mundo tecnológico”, afirmou.

    Com um jogo lançado no mercado, a equipe já é beneficiada com o aumento na procura dos games
    Com um jogo lançado no mercado, a equipe já é beneficiada com o aumento na procura dos games | Foto: Arquivo Pessoal

    Outra empresa que identificou crescimento dos jogos, foi a startup local PetitFabrik.  Apesar de não informar a porcentagem de crescimento, o CEO Olímpio Neto, destacou as metas para os próximos meses no mundo dos games.

    “A expectativa é grande para que o aumento nas vendas e no consumo dos jogos continuem a crescer depois da pandemia. Acredito que atualmente o celular é um dos fatores que eleva a indústria dos games. Então o mercado passará a investir ainda mais em jogos para smartphones. Esperamos que as pessoas continuem buscando entretenimento assim como está sendo durante a quarentena”, disse Neto.

    A startup desenvolvedora de jogos atua no mercado de games desde 2007
    A startup desenvolvedora de jogos atua no mercado de games desde 2007 | Foto: Arquivo Pessoal

    Mercado 

    Para os games que desejam ingressar no mercado de desenvolvimento de jogos, a gerente de Recursos Humanos, Vanessa Milon, informou algumas orientações que podem ser úteis no processo.

    “Precisamos entender que o mundo de desenvolvimento dos jogos é muito amplo e para cada ação requer uma competência. Temos os programadores, designer, animador e até mesmo os profissionais de testes que garantem a qualidade dos jogos. Então o primeiro passo é identificar em qual perfil você se encaixa melhor”, recomendou.

    O mercado de games teve crescimento superior a 80% durante a quarentena
    O mercado de games teve crescimento superior a 80% durante a quarentena | Foto: Leonardo Mota


    Segundo Vanessa, apesar de complexo, o mercado dos games tem sigo cada vez mais explorado e por meio dele grandes profissionais produzem jogos que alcançam o mundo inteiro.

    “Os jogos são muito consumidos hoje, então se você tem afinidade com o mercado e achou sua área de atuação dentro dele, não há motivos para não ingressar. Claro que assim como as outras áreas, os games exigem competências, por exemplo, existe um profissional que desenvolve o fundo musical dos jogos e ele precisa de alta competência para isso, então é importante que não seja descartado a qualificação para cada segmento”, finalizou Milon.

    Leia Mais: 

    5 jogos com os gráficos mais realistas da atualidade

    Jogos virtuais para aproveitar com os amigos durante a quarentena

    Instituição oferta cursos gratuitos durante pandemia