Fonte: OpenWeather

    Auxílio Emergencial


    Auxílio Emergencial: Benefício negado pode ser contestado na DPU

    Atendimento é gratuito e órgão está presente no Amazonas

    A partir da próxima segunda-feira (22), a Defensoria Pública da União auxiliará os cidadãos n | Foto: Agência Brasil

    Os amazonenses que tiveram o Auxílio Emergencial negado contam agora com uma ajuda jurídica para contestar o resultado. A partir da próxima segunda-feira (22), a Defensoria Pública da União auxiliará os cidadãos nos pedidos de argumentação, desde que sejam apresentados os documentos que comprovem a elegibilidade do recebimento do benefício.

    O defensor público-geral federal Gabriel Faria Oliveira disse que o acordo é estratégico para dar a chance de que os casos sejam analisados individualmente. "Aqueles que tiveram o benefício eventualmente negado, por alguma desatualização no cadastro que não seja condizente com a realidade atual, têm a possibilidade de buscar ajuda para resolver a questão sem judicialização", destaca.

    Leia Mais

    Veja o calendário da 3ª parcela do auxílio para quem é Bolsa Família

    Começa pagamento da 3ª parcela do auxílio emergencial