Fonte: OpenWeather

    Emergencial


    Teve o auxílio negado? Veja qual é a última 'cartada' para receber

    Parceria entre o Ministério da Cidadania e a Defensoria Pública permite uma reanálise de casos negados. Saiba como proceder para conquistar o direito ao benefício

    O acordo é estratégico para dar chance de que os casos negados sejam analisados
    O acordo é estratégico para dar chance de que os casos negados sejam analisados | Foto: Divulgação


    A partir desta segunda-feira (22), todos os brasileiros que tiveram o auxílio emergencial negado podem entrar com pedido de contestação de resultado por meio da Defensoria Pública do seu município, apresentando documentos que comprovam a elegibilidade do recebimento do benefício.

    A medida é uma parceria entre o Ministério da Cidadania e a Defensoria Pública e foi assinado na terça-feira (16). Onyx Lorenzoni, ministro da Cidadania, garantiu que com a ação, será possível dar assistência aos cidadãos através de processos de reanálises. 

    De acordo com Gabriel Faria Oliveira, defensor público-geral federal, o acordo é estratégico para dar chance de que os casos negados sejam analisados de modo particular.

    Com a parceria, o meio administrativo poderá solucionar o caso sem necessitar de um processo de judicialização. 

    Veja a reportagem: 

    Veja a reportagem | Autor: SBT Notícias
     

    Leia também: 

    Terceira parcela do Auxílio Emergencial não será paga para todos