Fonte: OpenWeather

    Assessoria virtual


    Empresas que retornam atividades podem ter assessoria virtual do Sesi

    Devido ao retorno gradual durante a pandemia do novo coronavírus, o Sesi oferece assessoria virtual devido às mudanças que existem nesse novo cenário

     Gerente de Saúde e Segurança do Trabalho do SESI, Cláudio Palheta
    Gerente de Saúde e Segurança do Trabalho do SESI, Cláudio Palheta | Foto: Divulgação/Sesi

    Manaus -  Para auxiliar nessa retomada e atender aos critérios estabelecidos no Ofício Circular da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), da Secretaria de Trabalho, o Serviço Social da Indústria (Sesi Amazonas) está oferecendo assessoria virtual para adequação de ambientes de trabalho para enfrentamento à Covid-19, já que o retorno gradual das atividades produtivas em meio a pandemia do coronavírus exige muitas mudanças e adaptações dentro das empresas e com os próprios funcionários. 

    As orientações e medidas que precisam ser seguidas pelos trabalhadores para prevenir/diminuir o contágio do vírus se dividem em diferentes categorias, desde boa higiene, conduta e práticas referentes a máscaras, aos cuidados relativos ao transporte de trabalhadores e quanto ao preparo de refeições.

    Como solicitar o serviço

    Essa consultoria começa a partir do preenchimento de um checklist pelas empresas, contendo diferentes pontos de ações e atividades elaboradas de acordo com o que a Secretaria do Trabalho define como medida de segurança. A empresa responde esse questionário, descrevendo como está funcionando, ou se tem medidas de proteção no atual ambiente de trabalho e devolve para o Sesi avaliar cada questão e, conforme as respostas, elaborar um plano de ação para ser aplicado dentro da empresa.

    “Com esse plano de ação, e caso seja fiscalizada pela Secretaria do Trabalho, a empresa pode apresentar as medidas que está tomando em tempo de Covid para se adequar. A empresa tem como evidenciar que está cumprindo com as recomendações do governo fornecidas através do oficio”, relatou ele, ao ressaltar a necessidade além da fiscalização. “Essas medidas assim como a de todos os programas legais devem sempre ser implementadas continuamente pelas empresas, não só apenas relatórios técnicos para serem apresentados diante de uma fiscalização”, expôs o gestor.

    *Com informações da assessoria


    Ver mais:

    SESI lança desafio de combate à covid-19 para alunos de todo o Brasil

    SESI oferece aulas de balé online durante isolamento social

    Escola do AM promove educação tecnológica à distância para alunos