mercado imobiliário


Imóvel antigo ou na planta? Saiba se investimentos valem a pena

Tire dúvidas sobre qual é a melhor modalidade e quais são os riscos

Em ambas modalidades, há vantagens e desvantagens
Em ambas modalidades, há vantagens e desvantagens | Foto: Reprodução

A mudança para um novo lar é sempre uma decisão que exige reflexão por parte do interessado. O investimento para comprar um apartamento novo ou usado não é pequeno e irá refletir na vida da família pelos próximos anos. Por isso, é necessário pensar sobre vários pontos.

Uma dúvida que muitas pessoas têm é sobre qual é o investimento mais vantajoso: comprar um imóvel antigo e pronto ou na planta. Qual oferece menos riscos para o comprador? Saiba mais sobre esse tema neste texto!

Não existe uma resposta correta para qual deve ser a escolha do interessado, mas vantagens e desvantagens em ambos os casos. Saiba algumas delas abaixo.

Imóvel na planta: vantagens e desvantagens

Uma das principais vantagens de comprar um imóvel como lançamento são as condições de pagamento. O comprador pode realizar a quitação de parcelas durante a obra, algo entre 30 e 36 meses, e financiar o valor restante após ter as chaves do imóvel.

Algo que também chama muito a atenção dos interessados é que o imóvel novo vem alinhado com as últimas tendências e livre de problemas. Isso significa menos gasto com manutenção, comparando-se com imóveis antigos. Sem contar que o imóvel na planta tende a valorizar, sendo um investimento interessante para muitos.

Até mesmo a burocracia envolvendo a documentação desse tipo de imóvel é menor. Os trâmites irão envolver a construtora e o proprietário, sem a necessidade de incluir o cartório. Isso significa menos dor de cabeça para muita gente.

No entanto, quem pensa em comprar um imóvel na planta precisa estar ciente que será preciso ter paciência antes de se mudar. Quem tem urgência na busca por um novo lar e pretende fazer a mudança em pouco tempo, não deve escolher essa alternativa. Lembre-se de que podem ocorrer imprevistos e a entrega do imóvel ser atrasada.

Outro ponto importante é que o comprador precisa pesquisar o histórico da construtora antes de fechar o negócio. Não há 100% de garantia de que o imóvel ficará pronto. Já houve casos de construtores que faliram antes de terminarem a construção. Por isso, cheque as procedências da construtora antes de tomar qualquer decisão.

Imóvel antigo: vantagens e desvantagens

É de se pensar que uma das vantagens do imóvel antigo e pronto, em comparação ao da planta, é justamente a possibilidade de se mudar imediatamente ou em breve. Outro benefício que chama a atenção é que as partes da residência, como piso e acabamento, já estão devidamente instaladas, sem a necessidade de reforma.

No caso do imóvel na planta, o comprador imagina como ficará o resultado final, mas essa garantia só vai acontecer quando tudo estiver pronto. No imóvel antigo, uma visita antes da compra já permite que o interessado tenha as noções exatas das dimensões e dos detalhes da casa. Ótimo para já planejar decorações e possíveis reformas.

Em contrapartida, o imóvel pronto tem mais burocracia envolvida para fazer sua operação, incluindo cartório e mais documentação. Contudo, o que é pedido a mais em relação à planta acaba sendo uma vantagem: há mais segurança na transação, com menos risco envolvido.

Uma das desvantagens do imóvel antigo é que, para comprá-lo, o interessado deve ter a maior parte do recurso financeiro já disponível, para pagamento à vista, e restante do valor a ser pago precisa ter garantias, antes de a transação ser oficializada.

O imóvel pronto também oferece menos chance de você personalizar, logo de cara, alguns aspectos da casa, como piso, acabamento e pintura. Isso vai exigir algumas reformas para atender ao seu gosto e às suas necessidades.

Por fim, dois pontos que andam conectados é o maior gasto com o imóvel antigo com a manutenção e seu preço de venda. Custos como condomínio, por exemplo, podem pesar na sua renda mensal, assim como, com o passar dos anos, é natural que o imóvel vá perdendo valor de mercado.


Leia mais:

A Regularização de imóveis por meio de Usucapião

O que fazer para não perder meu imóvel por Usucapião?

Beleza Amazônica: conheça o Studio Atelier Cláudio Andrade em Manaus