Fonte: OpenWeather

    Combustíveis


    Preço da gasolina sobe 5% nas refinarias, diesel 3%, diz Petrobrás

    No caso da gasolina, é o segundo aumento seguido, após reajuste de 4% na semana passada que se seguiu a três quedas consecutivas

     

    | Foto:

       Petrobras elevará os preços médios da gasolina em suas refinarias em 5% a partir de quarta-feira, informou a companhia nesta terça-feira, enquanto o valor do diesel subirá 3%. No caso da gasolina, é o segundo aumento seguido, após reajuste de 4% na semana passada que se seguiu a três quedas consecutivas.

    No diesel, combustível mais utilizado do Brasil, a alta será a primeira desde a anunciada em 20 de agosto. Desde então, a Petrobras havia reduzido o valor por três oportunidades. O preço médio da gasolina nas refinarias da estatal passará a ser de 1,744 real por litro, enquanto o valor médio do diesel avançará para 1,557 real por litro.

    A Petrobras informou que o valor dos combustíveis na refinaria acompanha a paridade de importação, que é influenciada por fatores como o preço do petróleo no mercado internacional e as cotações do dólar.

    Segundo o presidente da Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis (Abicom), Sérgio Araujo, as janelas para importações continuam fechadas, apesar de reajuste do valor da Petrobras, uma vez que as cotações internas continuam mais baixas ante o exterior.

    "Tinha uma defasagem até maior, a gente calcula que perto de 10 centavos para o diesel e 30 centavos para a gasolina, então com esse aumento tiraram perto de metade da defasagem para o diesel e um pouquinho menos de um terço da gasolina", disse Ilan Arbetman, analista da Ativa Investimentos.

    O repasse dos reajustes nas refinarias aos consumidores finais nos postos ainda não está garantido, pois depende de uma série de questões, como margem da distribuição e revenda, impostos e adição obrigatória de etanol anidro e biodiesel.